ACIL apresenta lista de pleitos a candidatos ao Governo de SC

Share this

No primeiro Ciclo de Apresentações dos Candidatos, um grande público compareceu na Associação Empresarial de Lages (ACIL) na noite desta quarta-feira (3). A ideia é muito boa. Torna-se relevante para dar aos candidatos ao Governo, a oportunidade de apresentar as propostas. 

O primeiro dos ciclos abriu espaço para os pré-candidatos ao Governo e ao Senado: Gean Loureiro (UB), ao vice, Eron Giordani (PSD) e ao Senado, Raimundo Colombo (PSD).

A vice-presidente da ACIL, Janelise Royer dos Santos, foi quem apresentou uma lista de pleitos que a entidade considera prioritária para o desenvolvimento regional e catarinense. Confira um a um abaixo:

  1. BR 282: construção de terceiras pistas no trecho entre a BR 116 e o contorno viário de Florianópolis (BR 101) e seu concessionamento;
  2. Continuidade na pavimentação asfáltica no trecho da SC 390, entre Bodegão e São Joaquim;
  3. Compromisso com a continuidade de estratégia de manutenção da municipalização de recursos estaduais;
  4. Efetivação do edital de construção das ZPE – Zona de Processamento e Exportação;
  5. Equiparação de IDH – índice de desenvolvimento humano da região da Serra com o estado de SC;
  6. Implantação de uma unidade da CEASA – Centrais de Abastecimento do Estado de SC, em Lages;
  7. Asfaltamento da rodovia SC 284 entre Palmeira e Correia Pinto;
  8. Construção da subestação da CELESC;
  9. Conclusão das obras do asfalto na SC 370 – trecho serra corvo branco;
  10. Anel viário em São Joaquim;
  11. Uso e ocupação do solo no bioma Mata Atlântica – Fortalecimento do Código Ambiental Catarinense, frente às notificações do IBAMA, na Serra;
  12. Viabilização da duplicação dos trechos prioritários na BR 116;
  13. Pavimentação da rodovia SC370 trecho Urubici a Rio Rufino.

OBS: Estes pleitos serão apresentados em todos os Ciclos, oportunamente, aos candidatos que tiverem interesse em participar.

Fotos: Paulo Chagas

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.