Nome de André Mendonça ao STF é aprovado

Depois de quatro meses de espera, numa pauta trancada pelo presidente da Comissão de Constituição e Justiça, o senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), foi aprovado nesta quarta-feira, (1º), o nome do ex-ministro da Justiça e ex-advogado-geral da União André Mendonça  pela CCJ do Senado Federal.

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O evento, que durou cerca de 8 horas, teve votação secreta. Dos 27 presentes, 18 votaram a favor de Mendonça, outros 9 contra.

Próxima etapa

No início da noite, após ser questionado e ter passado pela votação pela CCJ do Senado, Mendonça teve o nome submetido ao crivo dos 81 senadores no plenário da Casa, e também foi aprovado. 

Agora é oficial: Presidente Jair Bolsonaro assina ficha ao PL

O presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), se filiou nesta terça-feira (30) ao Partido Liberal (PL), em evento realizado em Brasília (DF).

Bolsonaro estava sem partido há cerca de dois anos, desde que deixou o PSL, legenda pela qual se elegeu em 2018, e o evento contou também com a presença do presidente da sigla, Valdemar Costa Neto, e dos integrantes do governo federal.

Bolsonaro foi eleito presidente pelo PSL e deixou o partido em 2019, após divergências com a cúpula da legenda. Na ocasião, chegou a articular a criação de um novo partido, a Aliança Pelo Brasil, que não passou da fase de coleta de assinatura.

O PL é agora o nono partido da carreira política de Bolsonaro. Em três décadas, ele passou pelo PDC, PPR, PPB, PTB, PFL, PP, PSC e PSL.

Bolsonaro comentou que não foi fácil optar pelo PL, tendo em vista propostas para entrar em outros partidos com o quais também sente afinidade.

Oficialmente, a pré-candidatura de Jair Bolsonaro também não foi lançada. Ele fez questão de ressaltar que o evento desta terça era exclusivamente um ato de filiação.

Crédito fotos: Assessoria do Partido Liberal

Governador Carlos Moisés assume presidência do Codesul

O governador catarinense Carlos Moisés é o novo presidente do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul).

O gestor tomou posse no cargo na manhã desta terça-feira, 30, em cerimônia realizada no Palácio Iguaçu, sede do Governo do Paraná, em Curitiba. Ele sucede o governador paranaense Carlos Massa Ratinho Júnior.

Ao tomar posse como presidente do Codesul, Carlos Moisés elogiou o trabalho do antecessor e destacou o modal ferroviário como um assunto que deve unir os quatro estados na busca por soluções conjuntas e integradas.

O Conselho

O conselho foi criado em 1961, por Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Paraná. Em 1992, o Mato Grosso do Sul também passou a fazer parte.

O objetivo é fortalecer o desenvolvimento da região, colocando os quatro estados membros em um único patamar de desenvolvimento econômico e social.

Fotos: Itamar Aguiar/ Palácio Piratini / Peterson Paul/Secom

Outorga da Comenda do Legislativo Catarinense 2021

Nesta segunda-feira (29), o deputado Marcius Machado (PL) homenageou o empresário Aldorindo Speranza, na sessão de outorga da Comenda do Legislativo Catarinense 2021.

Seu Speranza é uma figura conhecida em Lages pela sua simplicidade, dedicação e qualidade de trabalho. Nascido no Rio Grande do Sul, no interior de Bento Gonçalves, Aldorindo chegou às terras catarinenses em 1991 para abrir uma fruteira.

Aldorindo Speranza foi a escolha do deputado Marcius Machado, pela resiliência e os valores familiares.

Foto: Camila Paes

Presidente deve assinar hoje a ficha no Partido Liberal

Ao assinar a ficha de filiação ao Partido Liberal (PL), nesta terça-feira (30), o presidente Jair Bolsonaro chegará à sua nona legenda em seus 33 anos de trajetória política, desde que se elegeu vereador no Rio de Janeiro, em 1988.

O número de siglas pelas quais ele passou equivale ao total de mandatos que acumulou em sua vida.

Por outro lado, Bolsonaro chega ao Partido com a promessa do presidente do PL, Valdemar Costa Neto, de que terá a palavra final sobre as composições da legenda nas disputas estaduais, vetando alianças com partidos de centro-esquerda e esquerda.

Em Santa Catarina, o senador Jorginho Mello (PL), não esconde a satisfação. Como pré-candidato ao governo, dará palanque a Bolsonaro, e passa a gozar do prestígio do Presidente no Estado, o que pode reverter a seu favor no traçado que leva até o Centro Administrativo.

Foto: divulgação

Governo reserva recursos para as terceiras faixas na BR 282

É sabido que há muito tempo se pede a duplicação de toda a BR 282. Mas, como o projeto é difícil, surgiu a ideia da construção das terceiras pistas, o que está mais perto da possibilidade.

Diante disso, o governador Carlos Moisés publicou em suas redes sociais a informação de que seu governo reservou R$ 50 milhões para serem investidos nas terceiras faixas, assim que o Governo Federal apresentar o projeto de engenharia.

Disse ainda que, com mais este aporte, o governo de Santa Catarina chega ao total de R$ 515 milhões destinas às rodovias federais. Além disso, investiu mais de R$ 1,7 bilhão na infraestrutura estadual, e repassou cerca de R$ 3 bilhões aos municípios para a execução de obras.

Vinicius Lummertz vai oficializar pré-candidatura ao Governo

Em São Paulo em entrevista coletiva em que o governador João Doria fez um balanço do resultado das prévias do PSDB que lhe deram a vitória para ser o candidato tucano à Presidência da República.

Lummertz com Dória, em São Paulo (Foto: Fernando Bond)

Na ocasião, o secretário de Turismo de SP e ex-ministro do Turismo Vinicius Lummertz pregou a união de todos em torno de João Doria e informou à presidente do partido em SC, deputada federal Geovania de Sá, que vai oficializar sua pré-candidatura ao Governo do Estado de SC nos próximos dias.

De acordo com Vinicius, Geovania irá convocar o partido uma reunião, proximamente, para definir os rumos com relação às eleições no Estado após a vitória de João Doria.

Vinicius disse à presidente que também se dispõe a passar por prévias, a exemplo do que foi feito pelo PSDB nacional.

É que no Estado, o ex-deputado estadual Gelson Merisio também pretende ser candidato ao Governo, e as prévias no Estado lhe permite a chance de ser o indicado pelos partidários.

Passaporte da vacina

Proibir a exigência do cartão de vacinação contra a Covid para acesso a locais públicos e privados em Santa Catarina.

Esse é o objetivo de três projetos de lei que tramitam na Assembleia Legislativa. As propostas estão em análise na Comissão de Constituição e Justiça que aprovou a realização de audiência pública sobre o tema.

O direito constitucional de liberdade de ir e vir é apontado como justificativa para a medida.