Lages: Rayan, a primeira criança vacinada contra a Covid-19 

Assim como em todo o Brasil, Lages também deu início à vacinação contra a convid-19, em crianças entre 5 e 11 anos, nesta segunda-feira (17).

Rayan Rodolfi Beppler de 11 anos foi a primeira criança imunizada contra a Covid-19, no município.

Acompanhado da sua mãe, Regimari Cristina Rodolfi Beppler, chegou cedo para a vacinação, às 12h10, desta segunda.

No local a sala de vacina estava preparada, com decoração especial para receber os pequenos nesta nova vase da vacinação contra a Covid-19. Na sequência foi a vez de Miguel Anziliero, também de 11 anos. Sua mãe, Volnira Pereira, o acompanhou.

Nesta terça-feira (18) terá continuidade o esquema vacinal de crianças de 5 a 10 anos de idade, com comorbidade, e de 11 anos sem comorbidade, e de pessoas acima dos 12 anos.

SC começar a vacinar crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19

O Governo do Estado de Santa Catarina recebeu nesta sexta, 14, a primeira remessa de doses pediátricas da Pfizer para dar início à vacinação de crianças de 5 a 11 anos de idade contra a Covid-19.

O avião com as 39.800 doses infantis pousou no aeroporto de Florianópolis às 11h50. De lá, as doses seguiram para a Central Estadual de Rede de Frio, em São José, para organização da logística de distribuição para as 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVEs) das Regionais de Saúde de Santa Catarina. A distribuição será neste sábado, 15, a partir das 7h.

Segundo o Secretário André Motta, a vacinação das crianças de 5 a 11 anos é um direito de cada família e um passo importante no combate ao coronavírus.

A vacinação de crianças de 5 a 11 anos ocorrerá simultaneamente em dois grupos. O primeiro será formado por aquelas com deficiência permanente (física, mental, intelectual ou sensorial); portadoras de comorbidades; indígenas; quilombolas; e que vivem em abrigos e em lares com pessoas com alto risco para evolução grave de COVID-19.

O segundo será das demais crianças e deve ocorrer por faixa etária, da maior para a menor idade. Sendo assim, crianças com 11 anos serão as primeiras vacinadas.

Foto: SES/SC

O dia a dia na luta contra a covid-19 em Lages

A imunização contra a Covid-19 em Lages tem sua continuidade nesta quinta-feira. Até às 13 horas, no Tito Bianchini. À tarde em cinco Unidades Básicas de Saúde, das 13 às 16h30. No Vila Mariza, Coral, Universitário, Tributo e Centenário. À noite, a partir das 18 horas, o Centro de Vacinação Tito Bianchini, retorna com a vacinação, com aumento no número de senhas. Agora são 250 por noite.

E ontem, como já noticiamos, iniciou o trabalho no Centro de Testagem Rápida, montado no Calçadão da Praça João Custa, em Lages. Neste primeiro dia foram feitos 366 testes, com 87 deles positivados. 24% portanto. Ou seja, a cada quatro pessoas uma testou positivo para a covid-19. Conforme indicadores de outros municípios o índice de positivados gira em torno de 20%.

Foto: Toninho Vieira

Lages deverá receber mais 10 mil doses de Pfizer

Nesta segunda-feira (10), pela manhã, esgotaram as doses da Pfizer em Lages. Com isso, ficam temporariamente suspensas as aplicações da primeira dose, segunda dose e dose de reforço deste laboratório em específico.

Porém, a Secretaria Municipal da Saúde aguarda uma nova remessa de 10 mil doses, do Ministério da Saúde, que deve chegar na cidade nesta terça-feira (11), para retomar o esquema vacinal nos grupos elencados.

E como fica então

Para esta terça-feira (11 de janeiro) a vacinação contra a Covid-19, com os demais laboratórios (Coronavac, Astrazeneca e Janssen) tem sua continuidade.

Os trabalhos iniciam na manhã, das 8h às 13h, no Centro de Vacinação Tito Bianchini. No período da tarde, das 13h às 16h30, abrem as Unidades Básicas de Saúde: UBS Promorar, UBS do Santa Helena, UBS São Carlos, UBS Habitação, UBS São Francisco e UBS São Cristóvão (no salão da capela São Cristóvão).

Mais tarde

A partir das 18 horas, o Centro de Vacinação Tito Bianchini, retorna a vacinação. Neste local são distribuídas 100 senhas por noite, ou seja, as cem primeiras pessoas recebem as doses dos imunizantes disponíveis.

Foto: Toninho Vieira

Crianças de 5 a 11 anos incluídas na “fila” das vacinações

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, anunciou a inclusão de crianças de 5 a 11 anos no Plano Nacional de Vacinação contra a Covid-19. A medida foi tomada após análise dos técnicos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que aprovaram o pedido da Pfizer para que sua vacina seja aplicada no público infantil. 

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, esclarece sobre a inclusão de crianças de 5 a 11 anos no Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação Contra a Covid-19.

Segundo informa, essa vacina foi desenvolvida pela indústria Pfizer BioNTech, e tem dosagem diferente, equivalente a um terço da dose da vacina que é aplicada nos adultos.

No entanto, a pasta orienta que os pais e os responsáveis consultem um médico antes de levar as crianças para se imunizar.

Cronograma

De acordo com a pasta, haverá uma ordem de prioridade para a imunização das crianças de 5 a 11 anos, começando por aquelas com comorbidades, deficiências permanentes, indígenas, quilombolas e crianças que vivem com pessoas com alto risco para evolução grave da Covid-19.

Na sequência, a recomendação é imunizar as crianças sem comorbidades, começando pelas mais velhas, que podem apresentar um pouco mais de sintomas e também saem mais de casa. 

Eficácia

Em relação à eficácia, o grupo que tomou o placebo apresentou uma incidência maior de casos de Covid-19 se comparado ao grupo que tomou a vacina da Pfizer. Portanto, os técnicos estimaram uma eficácia de 90%.

Distribuição das doses

Segundo o último censo demográfico, o país possui 20 milhões de crianças de 5 a 11 anos de idade. Em 28 de dezembro de 2021, o Ministério da Saúde formalizou um termo aditivo com a Pfizer, que garante as primeiras 20 milhões de doses pediátricas, que deverão ser entregues ainda no primeiro trimestre de 2022.

Fonte: Brasil 61

Lages terá disponíveis seis pontos de vacinação nesta quinta

A imunização contra a Covid-19 em Lages tem sua continuidade nesta quinta-feira (6 de janeiro). Uma nova remessa de doses da Pfizer chega ao município na noite desta quarta-feira (5) o que possibilitará o andamento do esquema vacinal completo.

Das 8h às 13 horas, os trabalhos são no Centro de Vacinação Tito Bianchini. Durante o período da tarde as doses das vacinas serão aplicadas em cinco Unidades Básicas de Saúde, das 13 às 16h30. São elas: UBS Vila Mariza, UBS Coral, UBS Universitário, UBS Tributo e UBS Centenário.

Já no período da noite, a partir das 18 horas, o Centro de Vacinação Tito Bianchini, retorna com a vacinação. A comunidade elencada deve ficar atenta, pois são 100 senhas por noite, ou seja, são vacinadas cem pessoas.

Gripe

Está sendo disponibilizada também a vacina contra a Influenza (gripe) no Tito Bianchini, das 8h às 20 horas, de segunda a sexta-feira. Neste local serão vacinadas as pessoas acima dos 12 anos de idade. Já para o público de 6 meses a 11 anos, a vacinação contra a Influenza é realizada na Central de Vacinas

Foto: Toninho Vieira