Alesc arquiva projeto que previa vacinação obrigatória em SC

Ainda rende o caloroso debate travado no Plenário da Assembleia Legislativa de Santa Catarina a respeito do projeto de lei (PL) do deputado Jessé Lopes (PSL) que tratava da obrigatoriedade da vacinação contra a Covid-19 no estado, na sessão da tarde desta terça, dia 22.

Deputado Jessé Lopes (ao microfone) é o autor da proposta rejeitada pela CCJ – Foto: Jeferson Baldo/Agência AL

Assim como vários outros parlamentares, a deputada Paulinha defendeu o arquivamento do projeto e deixou claro o seu posicionamento novamente em suas redes sociais ao comentar que a palavra de ordem é liberdade e respeito à democracia.

 Ela defendeu com seu posicionamento em Plenário afirmou que não existe obrigatoriedade do passaporte vacinal. “Não podemos, de outra sorte, outro cidadão, que tem seu comércio, ser obrigado a receber pessoas que divirjam da sua opinião.”

Arquivado

Com parecer contrário da CCJ, o PL 362/2020, que dispunha sobre a proibição da vacinação compulsória contra a Covid-19, com vacina desprovida de comprovação cientifica reconhecida pelo Ministério da Saúde e certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em Santa Catarina, será arquivado.

Coronavírus: vacinação nessa quarta-feira (2) em Lages

Sempre contribuindo com nossos leitores, importante informar sobre as vacinações contra a covid-19, em Lages. Pois, tem continuidade nessa quarta-feira (2), embora a Saúde esteja aguardando nova remessa, do Ministério da Saúde. A segunda dose da Coronavac também esgotou nessa terça-feira.

Qualquer criança de 5 a 11 anos de idade (acompanhadas dos pais ou responsáveis). No Centro de Vacinação Tito Bianchini, das 14h às 17 horas. Já o reforço Vacinal é para pessoas de todos os públicos. Por senha, a partir das 13 horas, vacinação na UBS da Pena, Guarujá e Várzea.

Foto: Ary Barbosa de Jesus Filho

Anvisa libera CoronaVac para crianças e adolescentes

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta quinta-feira (20) a aplicação do imunizante CoronaVac em crianças e adolescentes com idade entre 6 e 17 anos – exceto em casos de menores imunossuprimidos (com baixa imunidade). A decisão foi tomada durante reunião extraordinária da diretoria colegiada.

Crianças e adolescentes com comorbidades também poderão receber a vacina, que será aplicada em duas doses, com intervalo de 28 dias. A vacina é a mesma utilizada atualmente na imunização de adultos, sem nenhum tipo de adaptação para uma versão pediátrica. A decisão foi unânime. (Fonte: Agência Brasil)

Lages: Rayan, a primeira criança vacinada contra a Covid-19 

Assim como em todo o Brasil, Lages também deu início à vacinação contra a convid-19, em crianças entre 5 e 11 anos, nesta segunda-feira (17).

Rayan Rodolfi Beppler de 11 anos foi a primeira criança imunizada contra a Covid-19, no município.

Acompanhado da sua mãe, Regimari Cristina Rodolfi Beppler, chegou cedo para a vacinação, às 12h10, desta segunda.

No local a sala de vacina estava preparada, com decoração especial para receber os pequenos nesta nova vase da vacinação contra a Covid-19. Na sequência foi a vez de Miguel Anziliero, também de 11 anos. Sua mãe, Volnira Pereira, o acompanhou.

Nesta terça-feira (18) terá continuidade o esquema vacinal de crianças de 5 a 10 anos de idade, com comorbidade, e de 11 anos sem comorbidade, e de pessoas acima dos 12 anos.

SC começar a vacinar crianças de 5 a 11 anos contra Covid-19

O Governo do Estado de Santa Catarina recebeu nesta sexta, 14, a primeira remessa de doses pediátricas da Pfizer para dar início à vacinação de crianças de 5 a 11 anos de idade contra a Covid-19.

O avião com as 39.800 doses infantis pousou no aeroporto de Florianópolis às 11h50. De lá, as doses seguiram para a Central Estadual de Rede de Frio, em São José, para organização da logística de distribuição para as 17 Unidades Descentralizadas de Vigilância Epidemiológica (UDVEs) das Regionais de Saúde de Santa Catarina. A distribuição será neste sábado, 15, a partir das 7h.

Segundo o Secretário André Motta, a vacinação das crianças de 5 a 11 anos é um direito de cada família e um passo importante no combate ao coronavírus.

A vacinação de crianças de 5 a 11 anos ocorrerá simultaneamente em dois grupos. O primeiro será formado por aquelas com deficiência permanente (física, mental, intelectual ou sensorial); portadoras de comorbidades; indígenas; quilombolas; e que vivem em abrigos e em lares com pessoas com alto risco para evolução grave de COVID-19.

O segundo será das demais crianças e deve ocorrer por faixa etária, da maior para a menor idade. Sendo assim, crianças com 11 anos serão as primeiras vacinadas.

Foto: SES/SC

O dia a dia na luta contra a covid-19 em Lages

A imunização contra a Covid-19 em Lages tem sua continuidade nesta quinta-feira. Até às 13 horas, no Tito Bianchini. À tarde em cinco Unidades Básicas de Saúde, das 13 às 16h30. No Vila Mariza, Coral, Universitário, Tributo e Centenário. À noite, a partir das 18 horas, o Centro de Vacinação Tito Bianchini, retorna com a vacinação, com aumento no número de senhas. Agora são 250 por noite.

E ontem, como já noticiamos, iniciou o trabalho no Centro de Testagem Rápida, montado no Calçadão da Praça João Custa, em Lages. Neste primeiro dia foram feitos 366 testes, com 87 deles positivados. 24% portanto. Ou seja, a cada quatro pessoas uma testou positivo para a covid-19. Conforme indicadores de outros municípios o índice de positivados gira em torno de 20%.

Foto: Toninho Vieira

Lages deverá receber mais 10 mil doses de Pfizer

Nesta segunda-feira (10), pela manhã, esgotaram as doses da Pfizer em Lages. Com isso, ficam temporariamente suspensas as aplicações da primeira dose, segunda dose e dose de reforço deste laboratório em específico.

Porém, a Secretaria Municipal da Saúde aguarda uma nova remessa de 10 mil doses, do Ministério da Saúde, que deve chegar na cidade nesta terça-feira (11), para retomar o esquema vacinal nos grupos elencados.

E como fica então

Para esta terça-feira (11 de janeiro) a vacinação contra a Covid-19, com os demais laboratórios (Coronavac, Astrazeneca e Janssen) tem sua continuidade.

Os trabalhos iniciam na manhã, das 8h às 13h, no Centro de Vacinação Tito Bianchini. No período da tarde, das 13h às 16h30, abrem as Unidades Básicas de Saúde: UBS Promorar, UBS do Santa Helena, UBS São Carlos, UBS Habitação, UBS São Francisco e UBS São Cristóvão (no salão da capela São Cristóvão).

Mais tarde

A partir das 18 horas, o Centro de Vacinação Tito Bianchini, retorna a vacinação. Neste local são distribuídas 100 senhas por noite, ou seja, as cem primeiras pessoas recebem as doses dos imunizantes disponíveis.

Foto: Toninho Vieira