Matriz do Risco com 12 regiões no nível moderado, o azul

Pela oitava semana consecutiva, nenhuma região do estado foi classificada nos níveis de risco grave (laranja) ou gravíssimo (vermelho).

A Matriz de Risco Potencial Regionalizado divulgada neste sábado, 27, aponta 12 regiões como risco potencial moderado (cor azul) e cinco regiões como risco potencial alto (cor amarela).

A última vez que a Matriz classificou uma região no nível grave foi no dia 1º de outubro, e no nível gravíssimo no dia 11 de setembro.

De lá para cá houve avanço na vacinação que, alinhado a uma menor taxa de ocupação de leitos de UTI Adulto com pacientes com Covid-19, vem mantendo a tendência de redução da gravidade da pandemia em todas as regiões.

Ocupação de leitos de UTI Adulto Covid-19

A taxa de ocupação de leitos de UTI Adulto de pacientes com diagnóstico de Covid-19 em Santa Catarina é de 21% no total, com uma ocupação de 298 leitos num total de 1.446 disponíveis, o que classifica a capacidade de atenção do Estado como nível alto.

Clique aqui para fazer o download da matriz

MS recomenda e Lages irá aplicar doses de reforço da Jansen

Estas doses de reforço ainda serão disponibilizadas pelo Ministério da Saúde para que o Município inicie a vacinação ao público receptor desta vacina em específico.

A decisão de aplicar o reforço da vacina ocorre a partir da notificação do próprio MS. A orientação é para que os Estados e Municípios apliquem a dose de reforço da vacina Jansen contra o novo Coronavírus (Covid-19).

Portanto, a aplicação será feita às pessoas que receberam o imunizante Jansen, de forma homóloga, ou seja, uma segunda aplicação com o mesmo imunizante, do mesmo laboratório, no intervalo mínimo de dois meses, podendo ser até de seis meses.

Assim que houver o recebimento das vacinas, a população será comunicada. Por outro lado, a Saúde de Lages lembra de que neste sábado e domingo, não haverá vacinação contra a covid-19.

Na Segunda-feira (29, em seis locais

Segunda-feira (29 de novembro), a vacinação, no período da manhã, das 8h às 13h, será no Centro de Vacinação Tito Bianchini.

No período da tarde, das 13h às 16h30min, em cinco Polos de Vacinação Volante (Unidades Básicas de Saúde – UBSs – de referência): UBS Vila Nova, UBS Santa Catarina, UBS São Pedro, UBS Frei Rogério e UBS São Miguel.

Já no período da noite, a vacinação será retomada no Tito Bianchini, das 18h às 20h30min. São disponibilizadas 100 fichas para as pessoas elencadas e que desejam receber os imunizantes.

Foto: Toninho Vieira

Sem mudanças no esquema vacinal nesta sexta-feira

Conforme a Secretaria Municipal da Saúde, Lages continua com o esquema vacinal contra a Covid-19 nesta sexta-feira (26 de novembro).

O Centro de Vacinação Tito Bianchini é o primeiro ponto a disponibilizar os imunizantes, das 8h às 13 horas.

No período da tarde, das 13h às 16h30, estarão funcionando cinco Polos de Vacinação Volante (Unidades Básicas de Saúde como referência): UBS Conta Dinheiro; no Interior em Índios; UBS Copacabana; UBS Santa Mônica e no Centro – Ceasm.

Já no período da noite, das 18h às 20h30, a vacinação retorna para o Tito Bianchini, no Centro. São distribuídas 100 fichas para garantir a imunização. Portanto, receberão as doses as cem primeiras pessoas que comparecerem no local. 

Doses da AstraZeneca esgotadas

Por outro lado, a Secretaria Municipal da Saúde informa que está esgotado o estoque de segundas doses de AstraZeneca. Para as demais segundas doses, Coronavac e Pfizer, a vacinação continua normalmente.

Foto: Toninho Vieira

Decreto dá opção do não uso de máscara em locais abertos

O esperado decreto, de parte do Governo do Estado, o da flexibilização do uso de máscaras em locais abertos e de relativo distanciamento, está valendo desde esta quarta-feira (24). A liberação se estende também à ocupação total de estádios.

Portanto, as medidas já estavam sendo aguardadas, e segundo o governo, vêm em um momento de redução do contágio no estado, diminuição do risco potencial e do avanço da vacinação.

Importante no caso das máscaras, é o fato de que o uso delas se torna opcional nos ambientes abertos em que há possibilidade de manter distanciamento. Já nos ambientes fechados ou naqueles em que não é possível manter distanciamento, o uso continua obrigatório. Isso vale para qualquer repartição fechada, no comércio, por exemplo.

Eventos

O decreto também autoriza o funcionamento integral dos estabelecimentos que promovam eventos corporativos, feiras de negócios, eventos sociais, shows e entretenimento, inclusive esportivos.

No caso das competições de futebol, uma portaria específica trata dos novos limites de ocupação. O decreto também estende a situação de calamidade pública até 31 de março de 2022.

Por fim, é bom lembrar, de que, em dependendo da situação, cada município tem a possibilidade de ser mais restritivo.

Foto: Ricardo  Wolffenbüttel / Secom

Vacina SC: dose de reforço em adultos acima de 18 anos

O comunicado da Saúde de SC é de que, a partir do dia 20 de novembro começa a vacinação da população adulta acima de 18 anos com a dose de reforço contra a Covid-19.

A data coincide com o início e o dia D da Campanha Nacional Mega Vacinação, que vai até o dia 26 de novembro. A ação do Ministério da Saúde pretende intensificar a aplicação da segunda dose (D2) e dose de reforço (DR).

Acima dos 18

Podem receber a dose de reforço todos os adultos com 18 anos ou mais que tenham completado o esquema vacinal com as duas doses contra a Covid-19 há mais de cinco meses.

A vacina de reforço será, preferencialmente, a Pfizer. Idosos que já cumpriram o intervalo de 5 meses estão sendo vacinados com a terceira dose desde o dia 1º de setembro.

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

Coronavírus: vacinação em Lages em sete locais diferentes

A Saúde de Lages tem optado por lugares com mais espaço para as vacinações, em alguns bairros, utilizando as capelas das igrejas, por exemplo, ao invés da UBS.

Seja como for, o cronograma das vacinas contra a covid-19 prossegue nesta quarta-feira (17), com os trabalhos iniciando às 8 horas no Centro de Vacinação Tito Bianchini, e se estendem, neste local, até às 13h.

Já no período da tarde, das 13h às 16h30, a imunização será realizada em seis Polos de Vacinação Volante (Unidades de Saúde como referência): UBSs da Penha, Caça e Tiro, Guarujá, Petrópolis, Várzea e Popular.

Qualquer pessoa dentro do grupo etário atual (acima de 12 anos) poderá ser vacinada em alguma das Unidades elencadas para o dia.

As doses da AstraZeneca estão esgotadas, mas a aplicação das doses de outros laboratórios (Coronavac e Pfizer) segue normalmente, mesma situação de primeiras doses e doses de reforço.

Foto: Toninho Vieira

Coronavírus: Secretário da Saúde de Lages fala a respeito

Muitas pessoas têm questionado sobre a situação do coronavírus em Lages, devido ao crescimento de casos ativos e internações na semana que passou.

Boletim Atualizado

O secretário municipal da Saúde, de Lages, Claiton Camargo, em vídeo, esclarece como está  a situação das internações em UTIs Covid e enfermarias. 

Há também informações sobre a boa nova, a respeito de uma maior procura das vacinas, a partir da utilização das UBS, como pontos de vacinação.

Confira abaixo, o que ele diz:

Matriz de Risco em SC aponta 12 regiões no nível moderado

Mantendo pela quinta semana consecutiva uma tendência de redução das taxas de transmissão e do registro de casos graves e mortes por coronavírus por todo o estado, a Matriz de Risco Potencial Regionalizado divulgada no dia 06 de novembro aponta 12 regiões no nível moderado (cor azul) e cinco regiões como risco potencial alto (cor amarela).

Houve melhora nos indicadores das regiões do Alto Uruguai Catarinense, Médio Vale do Itajaí, Oeste e Planalto Norte, que na semana anterior estavam classificadas como nível alto (amarelo), e passaram a ser classificadas como risco moderado.

Elas se juntam, agora, as regiões do Alto Vale do Itajaí, Alto Vale do Rio do Peixe, Carbonífera, Extremo Sul, Grande Florianópolis, Laguna, Meio Oeste e Vale do Itapocu no nível azul.

Piora na Serra

Houve uma piora nos indicadores da região da Serra Catarinense, observados a partir do aumento na detecção de casos novos na semana e que provocaram piora nos indicadores das dimensões transmissibilidade e monitoramento. Com isso, a região passa a ser classificada no nível alto (amarelo), juntamente com as regiões do Extremo Oeste, Foz do Rio Itajaí, Nordeste e Xanxerê.

::: Clique aqui para fazer o download da matriz