Lages completa 256 com sentimento de que precisa mais

Share this

Lages é longeva e tem muita história, E agora, chega aos seus 256 anos. Logicamente uma data que precisa ser comemorada. No entanto, quando digo que precisa mais, passa-me o sentimento de que quem cuida dela, ou seja, seus gestores, precisam dar mais atenção para algo mais impactante.

O que se vê é a pavimentação de uma rua e outra, revitalização de uma praça ou outra, reforma de escolas, pracinhas, pequenas obras. Gostaria de ver algo de futuro, grande, planejado. Isso, falta planejamento. Não há ímpeto para algo desafiador para o futuro da cidade.

O que quero dizer, é que não há prospecção de uma obra marcante, que possa encher os olhos da população. O que se faz está mais para o feijão com arroz. Não sei se me entendem.

Vivo em Lages há 25 anos. Tempo suficiente para conhecer os anseios de uma população, que quase não consegue visualizar um projeto consistente. Muitos deles, são rescaldos de gestão anterior. É bem verdade que a maioria já terminados, e outros por terminar. Cadê o novo?

Entro então no campo político. Quem sabe nas próximas eleições municipais surja um nome capaz de empreender e mudar de vez a realidade do tanto faz. Ou melhor, do pouco se faz.

Minha crítica, leve, tem por objetivo mexer com os brios do Passo Municipal. Lages carece de ser mais bem tratada, com projetos alvissareiros, que tragam desenvolvimento. Pois, nem mesmo o que se pensou para o Plano 1000 será efetivado. Aliás, até agora não consigo ver na revitalização da Belizário Ramos, o tal foco desenvolvimentista. Não terá continuidade.

Neste dia 22 de novembro, quando se completam 256 anos, vejo uma Lages carecendo de ares de jovialidade, de políticos visionários, que falem alto e digam a que vieram. Seria, talvez, o melhor presente de aniversário. Por fim, digo que gosto de viver nesta boa terra de gente hospitaleira, mas não poderia me furtar de dizer o que sinto. Minha crítica é construtiva, pelo bem de Lages. Meus Parabéns!

Foto: Toninho Vieira

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.