Observatório Social de Lages comemora 10 anos de criação

No Brasil, os Observatórios Sociais iniciaram somente há 14 anos. O de Lages, comemora seus 10 anos. E, na noite desta terça-feira (2), no auditório lotado do Centro de Ciências Jurídicas (CCJ), da Uniplac, ocorreu uma solenidade prestigiada, e ao mesmo tempo, esclarecedora, sobre a função da entidade.

A principal atividade é a de controle dos gastos públicos. Algo que poucos sabem, e confundem o observatório como sendo um órgão fiscalizador. Não. O trabalho envolve, especialmente, o monitoramento de licitações, sendo que qualquer pessoa pode exercer esse direito. “Ou seja, qualquer um pode observar e questionar uma situação”, disse o presidente Paulo Santos.

Nesse período, vale dizer que Lages já economizou cerca de R$ 10 milhões, a partir do resultado do trabalho de voluntários. O que se quer e se busca é a eficiência da execução dos serviços e que se cumpra a lei, na aplicação correta dos recursos.

O Observatório Social de Lages, atualmente, está entre os 10 mais atuantes do Brasil. O evento contou ainda com a palestra do presidente do Observatório Social do Brasil, Jean Pedroso, e no final, os ex-presidentes foram homenageados. Méritos!

Foto: Paulo Chagas

Médico formado na Uniplac é destaque nacional

Neste domingo (31), o Programa Fantástico apresentou a história de Bruna que ficou tetraplégica e quase entrou para estatísticas de um crime que em 2021 matou 3,8 mil mulheres no Brasil: o feminicídio. 

Agora, ela celebra, com um novo amor, a chegada do filho. Depois de 25 horas de um trabalho de parto emocionante, muita tensão e ansiedade, Bruna e João receberam o pequeno Ian, o primeiro filho do casal.

Lá estava um médico formado na Uniplac

No meio dessa história toda estava o Dr. Maurício Ribeiro, responsável pela anestesia da gestante. O médico formado no Curso de Medicina da Uniplac, no ano de 2016, relatou que a paciente Bruna tem uma lesão na coluna lombar que se estende de L1 a L5.

Segundo ele, inicialmente houve a tentativa de realização do duplo bloqueio para a analgesia de parto, mas devido aos locais lesionados não se obteve sucesso. Algumas horas depois, visto que o trabalho de parto não estava evoluindo foi feita uma tentativa de raquianestesia para realização de parto cesárea. Dessa vez com sucesso.

O médico atualmente trabalha no Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Segundo a coordenadora do curso de Medicina da Uniplac Professora Cristina Subtil, a universidade coloca médicos no mercado de trabalho desde a formatura da primeira turma em 2009.

Além do médico Maurício Ribeiro, formado na Uniplac e membro do grupo de anestesia do Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, outro egresso da universidade lageana, Dr. Luiz Eduardo Salim Gomes, também faz parte da equipe.

Fotos: divulgação

Patrocínio: Leoas da Serra ganham reforço na camisa

Que a o time das Leoas da Serra é o projeto de futsal feminino mais vencedor do Brasil, a gente sabe. E, agora, as nossas atletas, que têm feitos memoráveis, com conquistas do Campeonato Catarinense (quatro títulos), dos Jogos Abertos (mais três conquistas), Taça Brasil e Supercopa, estão com novo patrocínio nas camisas. Um grande suporte para a manutenção do grupo e do projeto.

Sabe-se também que elas levaram o nome do futsal brasileiro para as Américas e o Mundo, com os títulos da Libertadores do Mundial de Clubes.

Com tanto sucesso, nada mais natural do que atrair parceiros de primeira linha. E focados em aumentar a visibilidade no mercado nacional, a casa de apostas online CampoBet se juntou às Leoas da Serra para formarem uma dupla de sucesso e romper ainda mais as fronteiras do esporte.

As Leoas

O projeto existe em Lages desde 2015, no interior de Santa Catarina, e tem times de base e alto rendimento. No time de alto rendimento, as atletas treinam duas vezes por dia, alternando condicionamento com treino com bola. A maioria das jogadoras é universitária, com bolsa cedida pela Uniplac.

Fotos: Fom Conrad

Observatório Social de Lages completa 10 anos em agosto

E para lembrar a data, no próximo dia 02 de agosto, a partir das 19h, no Centro de Ciências Jurídicas da Universidade do Planalto Catarinense (Uniplac) acontece um evento alusivo aos 10 anos de fundação do Observatório. 

O evento acontecerá exatamente no dia em que se completam os 10 anos de fundação da entidade.

Na ocasião estará presente o presidente do Observatório Social do Brasil, Sr. Jean Pedroso, que irá proferir palestra com o tema: Mudando as Pessoas e Transformando o Brasil.

Além disso, na solenidade serão prestadas homenagens aos fundadores da entidade, bem como aos ex-presidentes que muito contribuíram para o monitoramento e busca da boa aplicação dos recursos públicos e o fomento ao efetivo exercício da cidadania.

Definidas as composições das duas Sapecadas

Terminou neste domingo (24) o trabalho de seleção das composições que serão defendidas no palco da 28ª Sapecada da Canção Nativa e 20ª Sapecada da Serra Catarinense. Os jurados trabalharam no Mercado Público desde sexta-feira (22).

Enfim, depois de dois anos sem a realização de um dos maiores festivais de música nativista da América Latina, os jurados tiveram trabalho para selecionar as 32 composições, com certeza. Afinal esta edição contou com número surpreendente de inscrições, com mais de 700 composições cadastradas.

As Sapecadas promovidas pela Prefeitura de Lages, através da Fundação Cultural de Lages (FCL), contam com o patrocínio da Uniplac. O evento será realizado durante a 32ª Festa Nacional do Pinhão, nos dias 12, 13 e 14 de junho.

Premiação

Já falando da premiação, vale dizer que garante R$ 12 mil para o primeiro colocado, R$ 5 mil para o segundo e R$3 mil para o terceiro. Haverá ainda premiações em dinheiro para a música mais popular, melhor intérprete, melhor instrumentista, melhor letra, melhor arranjo, melhor melodia, melhor conjunto, melhor tema campeiro e melhor tema sobre a região.

Os trabalhos dos jurados encerrou neste domingo, 24, junto ao Mercado Público

E mais

Cada composição classificada na pré-seleção receberá R$ 5 mil, contemplando o direito de arena, passagem de som e custeio de despesas de hospedagem, estúdio, transporte e outras despesas.

As canções premiadas na 20ª Sapecada da Serra Catarinense receberão R$ 500,00 por sua apresentação. Durante a apresentação, serão julgados a letra, melodia, arranjos e apresentação no palco.

CD

Ao final, serão comercializados o CD ou álbum digital do Festival, que será duplo e contará com as 16 composições da Sapecada da Canção Nativa e as 16 da Sapecada da Serra Catarinense.

Veja a informação completa aqui, com todas as canções selecionadas.

Fotos: Toninho Vieira

Estudante da Uniplac na Alemanha

O acadêmico do curso de Engenharia Mecânica, Higor Souza Muniz, de 20 anos, está a caminho da Universidade de Stralsund, na Alemanha, onde vai participar de um curso de primavera sobre “Energias Renováveis”.

O jovem se diz bastante empolgado e feliz com essa oportunidade me proporcionada pela Uniplac. Higor, que ficará em solo alemão até o dia 6 de maio como todos os gastos custeados através de um bolsa de estudos de intercâmbio. “

Segundo ele, a importância da realização desse curso é enorme, pois uma experiência acadêmica no exterior pesa muito no currículo, ajuda a aprimorar outro idioma e a possibilidade de networking com pessoas de todo o mundo. “Sou muito grato à Uniplac e ao privilégio de ter conseguido essa bolsa. Vou aproveitar ao máximo”, conclui.

(Informações e foto: Débora Bombílio)

Acadêmicos escolhem a Garota e Garoto dos JUNIPLAC

Um motivo especial fez-me visitar a Uniplac, na noite desta sexta-feira (25). Ocasião festiva, num momento de pura descontração, para a escolha da Garota e do Garoto dos Jogos Universitários – Juniplac. O evento ocorreu no Centro de Convivência, onde os cursos com seus respectivos representantes deram um show na torcida.

Enfim, acompanho as atividades da Uniplac e não é de hoje. Nela tenho toda a minha formação. Letras, Pós e Jornalismo. Portanto, toda essa interatividade não é apenas de passagem.

Mas, voltemos ao assunto Garoto e Garota Juniplac. Entre as concorrentes, representando o Curso de Direito, desta vez, lá estava a minha filha Beatriz. E, toda a torcida do pai, da mãe e da maninha valeu, ao lado dos demais colegas.

Beatriz teve o melhor desempenho e foi eleita pelo seleto grupo de jurados, como Garota Juniplac 2022. Um miniconcurso, que dentro da esfera da Universidade tem lá seus objetivos, e, claro, relevância no meio acadêmico.

Para e minha pequena menina, com seus 21 anos, uma conquista representativa. Afinal, para quem hoje galga uma carreira de sucesso no Direito, está andando dentro da cartilha. Dedicada, e, como estagiária, atua na área. Esta pequena vitória, irá ajudar ainda mais na sua autoestima. Afinal, hoje, dentro da Uniplac, ela é a Garota!

Perdoem não falar muito do Garoto, o Acácio Mariano, do Curso de Medicina, mas acabei tendo minha atenção dirigida à pequena Bia. Natural né. Mas, ele está, ao lado dela na foto.

E digo, mais. São ocasiões como estas que fazem da Uniplac o diferencial no ensino superior da Região.

Uniplac: Curso de Administração põe aprendizado em prática

Os alunos do 8º Semestre do Curso de Administração da Uniplac iniciaram as atividades da 18ª edição das Práticas Empresariais: Desenvolvimento de Negócios e Jogos Empresariais.

O lançamento aconteceu nesta terça-feira, no auditório CCJ, quando as esquipes após a geração de ideias fizeram as apresentações em busca da conquista da ‘empresa âncora’ que é o negócio destaque.

A explanação de cada equipe ocorreu no formato de “pitch”, com 15 minutos para apresentar à banca avaliadora a proposta de uma empresa, com viabilidade financeira do negócio e protótipo do produto. 

É a oportunidade para os alunos colocarem em prática todos os conhecimentos que tiveram ao longo do curso.

Durante o semestre os acadêmicos seguirão com a formalização simulada e implementação das empresas na Incubadora MIDILages, sob a orientação dos professores Munir Saleh e Petterson Arruda. “

Através dos jogos eles criam a cultura do empreendedorismo, do trabalho em equipe, da preparação para o trabalho sobre pressão, além de despertar a visão de como se comportar lá na frente para enfrentar essas disputas.

Novidade

A grande novidade deste ano é de que os alunos desde a primeira fase já são desafiados a pensar uma ideia de negócios e apresentar um Pitch que será validado por uma banca de professores. Essa ideia vai virar um plano de negócio e no final do curso uma empresa onde aliando teoria e prática, os estudantes testam suas habilidades gerenciais e de negócios.

Os jogos ocorrerão durante 8 semanas, onde os estudantes viverão na prática o dia de um empresário, desde o planejamento, a abertura do empreendimento, vendas, marketing e todos os problemas enfrentados no dia a dia diante de um negócio próprio.

(Fotos: Jari Carneiro Junior)