Noite de homenagens às vítimas da tragédia, na Arena Condá

As estrelas deram um brilho especial na noite desta segunda-feira, na Arena Condá, onde foi realizado o evento “Pra Sempre Lembrados”, em homenagem às 71 vítimas do acidente aéreo ocorrido com a delegação da Chapecoense, há cinco anos, na Colômbia; às mais de 700 vítimas da Covid no município e também às outras vítimas de doenças e acidentes.

Dhayane Pallaoro Vicenzi, filha do ex-presidente da Chapecoense, Sandro Pallaoro, uma das vítimas do acidente, falou em nome das famílias. Ela agradeceu às famílias, Administração Municipal, Chapecoense, Deive Leonardo e patrocinadores. Ela falou que o momento é de transformar a dor em gratidão.

“A vida pode ser breve, mas estamos aqui por pessoas que acreditavam em seus sonhos”, disse.

Neto, um dos seis sobreviventes do acidente, também se manifestou, por vídeo, falando em celebrar a vida.

O evento foi organizado pelas famílias ligadas à Associação Brasileira das Vítimas com o Voo da Chapecoense (ABRAVIC), com apoio da Prefeitura de Chapecó e da Chapecoense.

Cerca de 15 mil pessoas compareceram na Arena Condá, também para prestar sua homenagem, com as luzes das telas de celular formando milhares de estrelas nas arquibancadas.

Fotos: Ascom PMC

Rafael Henzel não sobreviveu a um infarto

O radialista, jornalista, narrador, coordenador do programa Som e Café News, da Oeste Capital FM, em Chapecó, foi um dos sobreviventes na tragédia que vitimou 71 pessoas, quando a Chapecoense iria disputar a final da Sul Americana, diante do Atlético de Medellin, na Colômbia.

Recuperado, ele retomou o trabalho normalmente na rádio, e estava palestrando, mostrando o lado da vida para quem quisesse ouvir.

Em Chapecó, tivemos juntos por um tempo na Rádio Atlântida FM. Mas, o destino prega peças. Nesta terça-feira à noite (26), dia do seu costumeiro futebol com os amigos, passou mal e sofreu um infarto.

Mesmo socorrido rapidamente e transportado até o Hospital Regional de Chapecó, não resistiu. Rafael Henzel tinha 45 anos, deixa esposa e filho.

Rafael Henzel retorna ao trabalho

O amigo Rafael Henzel, jornalista de Chapecó sobrevivente da tragédia da Chapecoense voltou ao trabalho na manhã desta segunda-feira (9), conforme ele mesmo vinha prometendo enquanto se recuperava.

rafael-henzel

Ele comandou o programa dele na Oeste Capital. Às 7h, quem sintonizou a Rádio assistiu ao Live da emissora no Facebook, e acompanhou em primeira mão o retorno do comunicador ao serviço.

E foi assim que ele reassumiu o posto de apresentador do ‘Som e Café News’, atração que comanda ao lado de Ory Rodrigues.

Rafael Henzel usou seu retorno aos microfones para repetir que nasceu de novo em 29 de novembro e refletiu: o acidente serviu para dar exemplo de humildade.

O jornalista agradeceu o apoio que o público em geral deu a ele e os demais sobreviventes do acidente aéreo.

.

Público comemora

A volta de Rafael Henzel movimentou a fan page da Oeste Capital. Em questão de horas, o post com a transmissão ao vivo do programa ‘Som e Café News’ desta segunda-feira conta com mais de 700 reações, 70 compartilhamentos e 390 comentários.

Além de ouvintes comuns, colegas de imprensa espalhados pelo país demonstraram a alegria em acompanhar o retorno do jornalista ao trabalho.

(Informações: Anderson Scardoelli – Foto: arquivo Oeste Capital)

Rafael Henzel deixou o Hospital

O jornalista Rafael Henzel – um dos seis sobreviventes do acidente aéreo ocorrido na Colômbia no fim de novembro – deixou o hospital às 21h35min da noite desta segunda-feira, 19.

rafael-alta

No período da manhã, em entrevista coletiva juntamente com os médicos da Unimed Chapecó, ele contou detalhes do acidente, destacou que se dedicará integralmente ao tratamento e afirmou que o retorno ao trabalho na Rádio Oeste Capital será em 9 de janeiro.

Disse, ainda, que vai narrar o jogo da Chapecoense contra o Joinville no dia 25 de janeiro, em jogo pelo Grupo 3, da Primeira Liga.

Os jogadores Jackson Follmann e Neto ainda não têm previsão de alta. Alan Ruschel deverá deixar os Hospital esta semana.

Informações e fotos: Silvania Cuochinski/MB Comunicação

Rafael Henzel concede entrevista coletiva

A coletiva desta segunda-feira (19), com os médicos da Unimed Chapecó para apresentação dos boletins sobre o quadro de saúde dos sobreviventes do acidente aéreo na Colômbia, contou com a presença do jornalista Rafael Henzel.

coletiva-rafael

Emocionado, destacou que se dedicará integralmente ao tratamento e retornará ao trabalho na Rádio Oeste Capital, em 9 de janeiro.

coletiva-rafael1

Disse, ainda, que vai narrar o jogo da Chapecoense contra o Joinville no dia 25 de janeiro.

(Informações e fotos: MB Comunicação)

Tragédia da Chape: cerimônia do Sétimo Dia

Torcedores da Chapecoense se acomodaram em frente à Catedral Santo Antônio, no Centro da cidade, no final da tarde de ontem, terça-feira (6), para celebrar a Missa do Sétimo Dia, em memória de todos os que morreram na tragédia na Colômbia, no último dia 29 de novembro.

missa-chape

Cadeiras foram colocadas em frente à Catedral, pois, dentro seria impossível abrigar tanta gente.

missa-chape3

Mais uma vez, a comunidade e a torcida se encheram de emoção.

Tragédia da Chape: Barcelona envia Belletti

O Barcelona decidiu enviar o ex-lateral Belletti para representar o clube no velório das vítimas do acidente aéreo envolvendo a delegação da Chapecoense. O ex-jogador já representou o clube catalão em outras oportunidades.

beletti

Belletti entre o deputado estadual Leonel Pavan e o diretor do jornal O Iguaçu, Lenoires Silva

Na Arena Condá, na tarde desta sexta-feira (2), Belletti revelou que o clube catalão deseja auxiliar a Chapecoense no processo de reestruturação. Num primeiro momento, de acordo com o ex-jogador, a intenção é a de prestar solidariedade.

Porém, após as cerimônias, Belletti informou que vai ouvir os dirigentes para avaliar de que forma o Barcelona pode contribuir num futuro próximo.

Tragédia da Chape: estado clínico dos sobreviventes

A boa notícia é de que nenhum paciente apresenta risco de morte. Situação é crítica, mas estabilizada.

Lateral Allan Ruschel – Foi submetido à cirurgia na coluna vertebral e inspira cuidados. Está com movimentos normais em membros superiores e inferiores. Apesar das múltiplas escoriações, oferece boas perspectivas de melhora. Já conversou com a família;

Zagueiro Neto: Clinicamente está bem. Foi o último dos resgatados, também apresenta boas perspectivas de melhora.

Goleiro Follmann: É o que se encontra em estado mais grave. Teve uma das pernas amputadas. Ainda assim, seu quadro é estável. Está entubado e requer mais cuidados.

Jornalista Rafael Henzel: Sofreu um trauma toráxico e uma fratura de perna. O estado também é crítico, mas as perspectivas são otimistas. O pulmão apresentou melhoras.

Ainda não há previsão sobre a alta dos pacientes, mas a equipe médica da Chapecoense tranquiliza a todos, já que a estrutura e os cuidados oferecidos estão sendo os melhores possíveis.

Sobre o velório coletivo, segundo as últimas informações, os aviões com os caixões dos corpos das vítimas do acidente, deverão chegar em Chapecó entre 7 e 8 horas, e em seguida levados à Arena Condá, onde serão homenageados e velados coletivamente,.

Informações: Fernando Mattos