Ponte das Goiabeiras: sofrimento, espera e esperança…

As comunidades de São Joaquim (SC) e Bom Jesus (RS) vivem um misto de sofrimento, esperança e espera. Nem precisa explicar muito, a partir das imagens que você pode ver abaixo, produzidas por Éder Cruz Souza,

Portanto, este é o estado da Ponte das Goiabeiras, sobre o Rio Pelotas, após as fortes chuvas em São Joaquim. Neste momento o caminho entre São Joaquim (SC) e Bom Jesus (RS), via São Francisco Xavier permanece interditado devido à queda da estrutura da Ponte.

A prefeitura de São Joaquim deverá deslocar as máquinas para auxiliar no trabalho de remontagem da ponte de modo paliativo.

A licitação para a nova ponte já foi publicada e está prevista para acontecer já no final do mês de maio de acordo com os trâmites legais. É aqui que entra a minha referência da esperança e a espera.

Assim será a nova Ponte das Goiabeiras, divisa entre SC e RS, vista através de animação apresentando o projeto.

A obra terá valor global de R$12.005.939,82 oriundos do Governo do Estado de SC e com a fiscalização e projeto ambiental custeado pelo município de São Joaquim.  A nova ponte terá uma altura de 5.90m acima do nível da atual.

São Joaquim: troca de comando e anúncio de pavimentação

São Joaquim tem se destacado nos últimos tempos, mais precisamente pela ótima gestão do prefeito Giovani Nunes.

Esta semana ele transmitiu outra boa notícia à comunidade, ao anunciar que fará a pavimentação e o recapeamento asfáltico em 16 ruas da cidade, através de recursos oriundos do Governo do Estado, isso em torno de R$ 4 milhões. Eis aí sim, uma grande conquista para o município.

Vice Ana Melo assume a Prefeitura

Nesta quinta-feira (06), a notícia recai à política local. A vice-prefeita Ana Florêncio Melo Arruda, do Partido Progressista (PP), assumiu o cargo de Prefeita de São Joaquim.

Ana ficará à frente da prefeitura pelo período de 15 dias, tempo que substituirá o prefeito Giovani Nunes que irá descansar, em férias.

Fotos: Dionata Costa

São Joaquim manteve a regularidade em candidaturas

O município de São Joaquim não seguiu o exemplo de outros municípios e manteve a regularidade de outros anos no que tange ao número de candidatos, ou seja, terá três chapas concorrendo à Prefeitura.

Sede da Prefeitura de São Joaquim

A população da cidade tem cerca de 26,7 mil habitantes. Já o número do eleitorado é de pouco mais de 19 mil, o coeficiente que os candidatos vão disputar.

Assim, pela conquista do maior número de votos, segue na disputa o então prefeito na busca da reeleição, Giovani Nunes, pelo PSL, nome de urna. Tem como lema “São Joaquim não Pode Parar”.

Como o nome de urna Joaquim Junior Guga, Joaquim Costa Borges Junior, concorre pelo PDT, e tem como lema “São Joaquim Pode Mais”.

O terceiro candidato usa como nome de urna Vanor de Bettio, e vai concorrer pelo MDB. Não apresentou nenhum lema por hora.

Vale lembrar que todos três candidatos também aguardam julgamento das suas inscrições junto ao Tribunal Superior de Justiça (TSE).

Foto: Divulgação

Trecho da Rota Caminhos da Neve é doado à União

Mais um passo é dado para a definitiva desafetação do Estado, no que tange à federalização da Rota Caminhos da Neve, ou seja, da BR 438.

O novo desenrolar do imbróglio partiu da Prefeitura de São Joaquim, que, através de um projeto de lei, autorizou a doação do trecho da rota Caminhos da Neve, entre a comunidade de São Francisco Xavier até a Ponte das Goiabeiras, no Rio Pelotas, para a União.

A Lei Municipal nº 4.628/2019, deixa claro a desafetação para doação, para absorção da rodovia para jurisdição Federal. O trecho compreende cerca de 10,31 KM, coincidente com a Rodovia Federal planejada BR-438. Para outras informações, o código do trecho é SNV 438BSC0030.

Segundo informações, essa doação não implica em ônus para união, facilitando assim a federalização efetiva do trecho, para que em breve seja totalmente terminado.

Além disso, sabe-se que já tem liberado para o trecho a quantia de R$20 milhões para finalização das obras de pavimentação no local.

(Informações e foto: Assessoria de Imprensa/São Joaquim)

Novidade na saúde em São Joaquim

O município de São Joaquim, a partir desta terça-feira (10), passa a contar com os trabalhos de plantão e sobreaviso obstétrico no Hospital de São Joaquim. Uma solenidade de lançamento ocorreu pela manhã, marcando esse fato inédito em São Joaquim.

A viabilidade dos serviços aconteceram graças ao repasse da Prefeitura de até R$ 150 mil reais para a associação Bento Cavalheiro. Parte desse dinheiro será para urgência e emergência e outra para sobre aviso em obstetrícia.

O serviço será de urgência e emergência obstétrica, com o programa nascer bem em São Joaquim. Esse projeto visa atender gestantes oriundas do SUS (Sistema único de saúde), com o acompanhamento dos profissionais de saúde do programa.

O fato está sendo considerado como histórico para a cidade de São Joaquim, afinal, pelo que se sabe, está é a primeira vez que esse tipo de parceria é feito no município, entre o poder público e a associação.

Informações e fotos: Ascom Prefeitura de São Joaquim

São Joaquim volta a ter relógios e termômetros digitais

Por meio do apoio da iniciativa privada, a Prefeitura de São Joaquim, através da Secretaria de Turismo, Indústria e Comércio, instalou os serviços do relógio termômetros. Os instrumentos foram colocados em dois pontos da cidade.

Os equipamentos vão ficar em localizações centrais, em duas praças: um em frente à sala de informações turísticas e outro em frente à Igreja. 

Conforme informações, o contrato será de forma de comodato, ou seja, a Prefeitura não terá custos com os equipamentos, no contrato, o executivo cedeu os espaços e a empresa LEPI fará a exploração dos espaços publicitários.

A princípio, será um contrato de 12 meses, sendo renovado anualmente. Assim, o contrato prevê custo zero ao município.

Os turistas e moradores agradecem. Os equipamentos, principalmente no período de inverno, são muito bem utilizados para observar a temperatura, além da orientação com a hora.

Fotos: Wagner Urbano

Começa amanhã o Senafrut em São Joaquim

Senafrute_seminário_fruticultura_São-JoaquimComeça nesta terça-feira, 14, em São Joaquim, o Seminário Nacional sobre Fruticultura de Clima Temperado – Senafrut.

O evento que segue até dia 16 de junho, no Centro de Eventos Newton Stelio Fontanella deve reunir mais de 900 pessoas, entre pesquisadores, fruticultores, técnicos agrícolas, engenheiros agrônomos, professores e estudantes.

O objetivo é transmitir informação, conhecimento e transferir tecnologias através das 22 palestras, um minicurso sobre polinização e a apresentação de 165 trabalhos científicos.

No espaço de exposição, 50 empresas e 75 estandes, ligados ao setor, apresentam seus produtos, serviços, máquinas e implementos a disposição dos participantes, com intuito de realizar negócios e gerar maior eficiência no seu empreendimento.

Na ocasião, os  fruticultores terão oportunidade de buscar a melhoria na qualidade dos produtos frutícolas com o aumento da produtividade, além da diminuição dos custos de produção.

Informações: Elenise Melo Nunes – ADR São Joaquim

São Joaquim reage à importação da maçã chinesa

Benefícios-da-MaçãDiante da possibilidade da entrada da maçã chinesa no mercado brasileiro, a Prefeitura Municipal de São Joaquim através da Secretaria da Agricultura e Meio Ambiente – SAMA irá promover o “Curso: Concorrência, Oportunidades de Negócios e Relações Institucionais com a China”, ministrado pelo consultor Vladimir Milton Pomar.

O curso intensivo sobre o país acontecerá na Casa da Cultura, na terça-feira, dia 29/03/2016 conforme programação anexa e tem ênfase na agricultura e demandas alimentares, e possíveis impactos sobre a comercialização de maçãs produzidas no município e região.

Esse curso proporciona noção panorâmica e atualizada sobre a China, e propicia a tomada de decisões, sobre o país, que é hoje, a nível mundial, a maior economia, pela paridade do poder de compra; o maior importador de alimentos; e o maior investidor em indústrias e infraestrutura.

O evento visa proporcionar informações e orientações que permitam às lideranças dos setores econômicos e políticos de São Joaquim e Região, elaborar propostas exequíveis para preservar a rentabilidade da produção e comercialização de maçãs.

Além disso, o curso também auxiliará na apresentação das demandas do setor quando da realização do 1° Encontro Nacional sobre a Cultura da Maçã durante a XX FESTA NACIONAL DA MAÇÃ.