Associação Lageana de Escritores lança novas obras

Tive o prazer de participar no final da tarde desta sexta-feira (13), do lançamento de livros, e demais peças como e-books e podcasts de integrantes da Associação Lageana de Escritores (ALE), junto ao Espaço Cultural Aristiliano Ramos (Praça João Costa).

Momentos muito agradáveis, com muitas pessoas conhecidas. E, principalmente ver que a entidade está cada vez mais fortalecida e crescendo, com novos associados, e um número significativo de obras lançadas.

Entre as novidades, a formação de uma nova chapa para presidir a Associação, encabeçada pela professora Maria Waltair Carvalho, e de que terão espaço próprio no Recanto do Pinhão, pela primeira vez na história da entidade. A notícia foi repassada pelo superintendente da Fundação Cultural, Gilberto Ronconi.

Muitas das obras foram inspiradas na vivência em meio à pandemia. Em casa, reclusos e tentando se proteger, as inspirações foram surgindo, e com elas as obras.

Ouvi belos relatos, e que vão ser alvo de boas reportagens, e cito como exemplo, a escritora Catharina Coser, de 93 anos. E lá estava ela, firme e forte, integrando a coletividade dos bons escritores de Lages.

Fotos: Paulo Chagas

Desistência da Gaby surpreende

O colega de Blog, Milton Barão, postou na manhã desta quarta-feira (11), a notícia de que a Gaby Produtora desistiu de continuar brigando pela produção e organização da Festa Nacional do Pinhão 2020. Porém, a outra empresa, a Impacto, segue na licitação.

A Gaby, deveria entregar a documentação hoje, durante audiência, mas não compareceu. Segundo Milton, a empresa Impacto Vento Norte não só compareceu, como apresentou a documentação exigida no edital, que agora será analisada num prazo de três dias, pela Comissão de Licitação e Progem.

Conforme o superintendente da Fundação Cultural, Gilberto Ronconi, se estiver tudo de acordo, ela será habilitada, ou não, e parte-se para a segunda etapa do processo licitatório.

Mas o que trata esta segunda fase?

Trata da abertura da proposta da empresa Impacto Vento Norte, que foi entregue no dia 23 de janeiro de 2020. Proposta esta que está lacrada e bem guardada.

Edital da Festa do Pinhão foi assunto novamente

A questão do edital da Festa do Pinhão foi novamente abordada. Desta vez na reunião semanal da Associação Empresarial de Lages (ACIL), na última segunda-feira (3).

O assunto mereceu ser debatido de novo, justamente após algumas polêmicas criadas em torno do edital da Festa do Pinhão, durante audiência pública na Câmara de Vereadores.

De acordo com Ronconi, a Prefeitura terá o cuidado de contemplar o máximo possível dos anseios da população, porém esta licitação tem que ser construída com critério técnico, econômico e jurídico.

Apesar de não ter um prazo definido para o lançamento do edital, Ronconi ressaltou que o ideal é que seja homologado até outubro próximo. Ele explicou que no momento este processo de elaboração do edital está parado e deverá ser retomado após a festa.

E acrescentou que estão estudando alguns modelos que outros municípios estão adotando e também irão analisar todos os pontos positivos e os negativos desta edição, vão ouvir sugestões, para construir o edital.

A contrapartida da Prefeitura

Outra questão abordada foi com relação a contrapartida dada pela Prefeitura, que atualmente recebe cerca de R$ 220 mil pelos royalties da festa.

Segundo o superintendente, é de responsabilidade da Prefeitura o aluguel do parque de exposições, a colocação de transformadores para fazer suporte na rede elétrica, o pagamento das taxas de policiamento externo do parque, a construção do pronto atendimento, a realização da Sapecada da Canção Nativa e o Recanto do Pinhão.

(Informações e fotos: Sheila Rosa)

Audiência pública sobre o novo edital da Festa do Pinhão

 A Câmara de Vereadores vai promover audiência pública, na próxima terça-feira (28), sobre o novo Edital de Licitação da Festa do Pinhão, que irá definir a empresa que deverá organizar o evento nos próximos cinco anos.

A reunião será à tarde, com início às 14h30min e os interessados a se manifestar podem se inscrever até o horário de abertura dos trabalhos.

Pelo que se sabe, a audiência atende a reivindicação de comerciantes, que já trabalham na Festa, e também da comunidade em geral, que busca ser mais participativa sobre o futuro do evento.

Estão convocados para prestar esclarecimentos sobre o certame o procurador-geral do município, Agnelo Miranda; o diretor de licitação, Reno Rogério de Camargo; e o superintendente da Fundação Cultural, Gilberto Ronconi.

(Foto: divulgação)

31ª Festa Nacional do Pinhão lançada oficialmente

Foi durante num café para a imprensa e convidados, na manhã desta segunda-feira (15), no espaço vip da CDL Lages, no Centro da cidade, que aconteceu o lançamento oficial da 31ª Festa Nacional do Pinhão.

Num clima típico de festa, as novidades foram apresentadas, uma a uma. A primeira delas, dita pelo superintendente da Fundação Cultural, Gilberto Ronconi, de que este ano, serão quatro dias de portões abertos, ao invés de dois. Os organizadores atenderam ao pedido da Prefeitura para contemplar as famílias lageanas.

Para as crianças

Outra novidade ficou reservada à palavra do diretor da Gaby Produções, Beto Ody, e deve ser vista como uma excelente iniciativa. Ou seja, no último domingo, 23, será livre, e mais, quer ter no Parque Conta Dinheiro cerca de 10 a 12 mil crianças das escolas para um dia inteiro de interação.

Além disso, neste dia, estará sendo preparada a maior paçoca do mundo, em uma panela gigante, para servir às crianças neste dia.

As dificuldades passadas

Tanto Beto Ody quanto o Lauri Schoennherr lembraram dos problemas vividos nas últimas duas festas. Em 2017, a enchente que acometeu Lages. Em 2018, a greve dos caminhoneiros. A expectativa é de que agora, em 2019, tudo transcorra dentro da normalidade.

Outra dificuldade relatada foi a da formação do casting de shows. Pois, a concorrência das grandes festas de São João do Norte e Nordeste do país, diminuíram as possibilidades e aumentaram os cachês dos artistas. Mesmo assim, os shows contratados são todos de alto nível.

Último ano

Este é o último ano da concessão da Gaby Produções para a realização da Festa do Pinhão. A Prefeitura de Lages já está trabalhando na nova licitação, coisa que deve ocorrer antes de a festa deste ano acontece. A Gaby deverá concorrer novamente. Se vencer, terá mais cinco anos pela frente para trabalhar com a Festa do Pinhão.

Importância

O prefeito Antonio Ceron lembrou de que, mais importante do que a movimentação econômica está a história da festa e de Lages.

Um grande evento voltado para as famílias lageanas e para os turistas que vêm de todas as partes do Estado e de fora dele. Ceron, Aposta de que a 31ª Festa Nacional do Pinhão será sim com todos nós esperamos: um grande sucesso.

Convite

A rainha Maísa Pereira, a 1ª Princesa Victória Coelho, e a 2ª Princesa, Vitória Melo esbanjaram simpatia e beleza durante o lançamento.

Foi delas o convite para que todos participem do Recanto do Pinhão, com abertura dia 8 de junho, na Praça Vidal Ramos Sênior, e da Festa Nacional do Pinhão, entre os dias 13 e 23 de junho, no Parque Conta Dinheiro.

Confira aqui o vídeo da programação completa da Festa Nacional do Pinhão 2019. Ou na coluna, à direita do Blog.

Fotos: Paulo Chagas

Questão dos cartões corporativos predominou em coletiva

A coletiva à imprensa, na Prefeitura de Lages, na manhã desta segunda-feira (22), teve ingredientes diferenciados devido à repercussão, na semana passada, sobre o uso dos cartões corporativos e que constavam gastos em nome do secretário de Planejamento e Obras, Clayton Bortoluzzi, e do superintendente da Fundação Cultural Gilberto Ronconi. Ambos os casos já foram justiçados, mas, mesmo assim, o prefeito Antonio Ceron pediu a instauração de processo administrativo, e quer o resultado em 30 dias.

Por outro lado, taxou as colocações de alguns espaços na imprensa, de ilações marotas e com consequências à vida pessoal. Pois, no caso de Claynton, por exemplo, nunca comprou em seu cartão o que foi relatado, e sim, com recursos de uma fonte coletiva. Revelou que houve gastos, mas para uma confraternização para o dia das mães entre funcionários. Sobre o carro lavado, comprovou ser o de um gol da própria repartição, e não particular, e que faz parte da manutenção natural da frota.

Porém, o que mais se evidenciou foi a chateação do prefeito, com a forma em que o fato foi explorado pelos gastos de R$ 65,00 e R$ 100 reais respectivamente.

Pediu que a imprensa dê seriedade aos fatos, mas sem machucar ninguém, apenas por vingança política. Falou que parece ser uma coisa orquestrada com o objetivo de apenas falar mal e pronto.  Isso, sem sequer ouvir os dois lados antes de lançar o que chamam de notícia. E, ouvir os dois lados que é o princípio básico do jornalismo.

“Aqui não é a casa da mãe Joana. Não estamos aqui para fazer bandalheira. Sou casa grossa, mas respeito a empresa de comunicação que ataca, mas que faz isso para tentar ganhar as eleições daqui há dois anos. Quem é que nãos sabe disso”? Tudo foi dito sem citar nomes.

E mais. Disse que se for preciso, citem ele e seu CPF, mas não prejudiquem a cidade no dia a dia, e que o que estão fazendo não é justo, só para obter dividendos políticos mais à frente.

Aliás, entre as colocações chamou atenção o que declarou a secretária de Saúde, Odila Waldrich, de que não faz uso do cartão corporativo para evitar esse tipo de acusação. Disse que viaja quase todas as semanas para Florianópolis e paga Hotel e refeições do próprio bolso. O que acho um absurdo. No entanto, ela faz assim exatamente por medo de acusações indevidas.

Nota esclarece sobre uso de Cartão Corporativo

Uma história bastante carregada chegou aos ouvintes de uma rádio de Lages, na manhã desta sexta-feira (19), em relação ao Cartão Corporativo na Prefeitura de Lages.

No caso do superintendente da Fundação Cultural de Lages, Gilberto Ronconi, em nota, comunica que o uso do cartão realmente ocorreu, mas na cidade de Flores da Cunha, no Rio Grande do Sul, e não em Lages.

O gasto foi feito após a participação da representação da Fundação Cultural de Lages e da Secretaria de Planejamento no 7º Congresso de Ativação das Praças do CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados) realizado na cidade de Campo Bom em 12 de abril deste ano.

A nota relata ainda que as despesas foram de três refeições para dois funcionários da FCL e um da SEPLAN que representavam a Praça do CEU em Lages, que é gerenciada através de gestão compartilhada pela FCL, Secretaria de Assistência Social, Educação e Fundação de Esportes. O total dos custos das três refeições é de R$ 65,00 (nota e fotos do local em anexo).

Giba Ronconi, superintendente da Fundação Cultural disse acreditar que tenha sido um equívoco por parte dos denunciantes, uma vez que os estabelecimentos têm nomes parecidos, mas em cidades distintas.

Eventos culturais em Lages

A imprensa, durante a coletiva com o prefeito Antonio Ceron, na manhã desta segunda-feira (10), foi convidada para a cobertura da programação do XXIII Festival Esportivo, Cultural e Artístico – Fecart, que terá início nesta sexta-feira (14 de setembro) e vai até domingo (16 de setembro), em Lages. O evento, ligado ao Movimento Tradicionalista Gaúcho do Estado de Santa Catarina (MTG/SC), já conta com a participação de 25 CTGs.

Outro convite na área cultural é para o XI Concurso de Fanfarras e Bandas Sul Brasileiro (Confabansul), que será realizado em Lages também dos dias 15 e 16 de setembro. O evento reunirá mais de 60 bandas de seis Estados, entre eles Minas Gerais e Rio de Janeiro, e aproximadamente quatro mil músicos. “

Para Giba, esses eventos aumentam o fluxo de turistas na cidade, além de valorizar nossa cultura, por isso merecem nosso prestígio.