Seminário do Selo Serra Sustentável alcança o objetivo

Nesta terça-feira (2), ao participar do Seminário, e perceber que mais de 70 pessoas entre presenças físicas e virtuais de todos os municípios da Serra Catarinense estavam conectadas com o propósito de elevar o turismo serrano.

O Seminário Selo Serra Catarinense Sustentável. Organizado pela Amures, Cisama e Sebrae, o evento no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), ficou marcado pela exposição de experiências de empreendimentos considerados modelo de sustentabilidade.

Na ocasião, dois casos de empreendedores mostraram a força da ideia sustentável, e do que é possível fazer também na Região da Serra Catarinense.

O empresário José Fernandes, diretor geral da rede que compreende Hotéis Fazendas Campo dos Sonhos, Parque dos Sonhos, Terra dos Sonhos e Colina dos Sonhos contou a história de investimentos e desafios que levaram a rede a se tornar referência nacional em sustentabilidade e acessibilidade.

E o empresário Rafael Sittoni Goelzer, também apresentou a Quinta da Estância e a Estância das Oliveiras, em Viamão (RS), empreendimentos concebidos dentro das normas da sustentabilidade. Outro convidado, o especialista Luiz Antônio dos Santos de Freitas, abordou sobre procedimentos e normas de sustentabilidade voltadas ao turismo.

No tocante ao Selo Serra

A consultora do Sebrae, Tânia Brizolla, diretora da Prisma Consultoria em Comunicação Marketing e Turismo, discorreu sobre o a metodologia do trabalho que estão realizando para identificar e qualificar 70 empreendimentos na Serra Catarinense, dentro da concepção da sustentabilidade.

O diretor executivo do Consórcio Intermunicipal Serra Catarinense (CISAMA), Selênio Sartori e o diretor regional do Sebrae, Altenir Agostini, também prestigiaram o evento.

O programa que levará ao Selo Serra Catarina Sustentável já tem mais quase 100 empreendimentos turísticos inscritos e quase 70 que receberam as consultoras do Sebrae. Cada empreendimento tem de se enquadrar nos critérios de práticas de responsabilidade ambiental, sociocultural, econômica e de política institucional.

(Informações e fotos: Oneres Lopes)

Empresas serranas debatem os desafios do turismo sustentável

Nesta terça-feira (2), a partir das 14 horas, no auditório da CDL, em Lages, acontece o Seminário Serra Catarinense Sustentável.

A proposta é tratar dos desafios das empresas e destinos para a sustentabilidade do turismo da Região. Na ocasião, palestra com o engenheiro florestal Luiz Antonio Freitas, e apresentação de cases de sustentabilidade em empresas.

O evento será na forma híbrida e presencial. Fica o convite para você participar.

Seminário discute o turismo da Serra Catarinense

Lages sedia na próxima sexta-feira, 13, o “Seminário Perspectivas do Turismo na Serra Catarinense”, na Uniplac.

É sem dúvida uma excelente oportunidade para que empresários e demais pessoas ligadas ao setor, incluindo nossos representantes políticos, para que participem e possam diagnosticar ações para o desenvolvimento do turismo serrano.

Na ocasião serão expostos vários assuntos sobre o Turismo na região. A discussão ocorre com a presença do deputado estadual Ivan Naatz que é o Presidente da Comissão de Turismo na Assembleia Legislativa de Santa Catarina, e de prefeitos de municípios polos como Lages e São Joaquim.

Foto: SC Rural

Seminário vai evidenciar o turismo da Serra Catarinense

O turismo serrano será novamente discutido com a realização do seminário “Perspectivas do Turismo na Serra Catarinense”, no próximo dia 13 de setembro, na Uniplac. O evento acontece durante todo o dia, das 8 às 18 horas. Há muito o que falar sobre o turismo regional.

Na programação muitas palestras sobre o segmento no Estado e na Região, inclusive, de uma deputada federal de Portugal, Lilia Ana, que irá falar sobre enoturismo. Aliás, também sobre os Vinhos de Altitude.

Até mesmo o prefeito Antonio Ceron estará falando sobra a nossa Lages (Princesa da Serra). Outros temas também abordam a Coxilha Rica, Urubici, São Joaquim, Comércio, entre outros.

Excelente oportunidade para, mais uma vez, pontuar os referenciais turísticos serranos. O Convite é da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina. Participe!

Lages evidencia a ovinocultura de corte nesta sexta

O evento acontece no Parque Conta Dinheiro, nesta sexta-feira (23),a partir das 9 horas. O objetivo é o de reunir os produtores atendidos pelo Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) em 2016. A ocasião irá também oportunizar a troca de experiências, além de apresentar os resultados já obtidos com o ATeG.

Em suma, os ovinocultores catarinenses terão oportunidade de participar do Seminário de Assistência Técnica e Gerencial de Ovinocultura de Corte em conjunto com o 19º Encontro Estadual da Ovinocultura.

A programação inicia com recepção e credenciamento. Às 09h30 ocorre a abertura do evento seguida de apresentação dos resultados obtidos com o ATeG Ovinocultura de Corte pelo presidente do Sistema FAESC/SENAR José Zeferino Pedrozo.

Às 10h30 horas o engenheiro agrônomo Luis Henrique Correia ministrará a palestra técnica: Os desafios para tornar a ovinocultura uma atividade rentável em propriedades rurais. O evento prossegue no restante do dia.

Às 13h30 horas ocorre o shopping rural de reprodutores e matrizes e às 14h30 horas reunião da Rede de Inovação Tecnológica na Ovinocultura de SC.

Seminário discute o direito dos idosos

Em Seminário, na Câmara de Vereadores, nesta última sexta-feira, 25, com o Plenário lotado, especialistas falaram sobre os direitos dos idosos e sobre o quadro atual vivido por eles. A autora do pedido da realização do Seminário foi a deputada federal Carmen Zanotto.

Estudos apontam que a população de idosos deve quadruplicar até o ano de 2060, eis que na última década a população brasileira de mais de 60 anos cresceu 21,6%, e a de 80 anos ou mais, 47,8%.

Os especialistas sobre os direitos dos idosos convidados falaram sobre o quadro atual e sobre a formulação de políticas públicas relativas à situação das pessoas idosas no Brasil.

Estudos apontam que a população de idosos deve quadruplicar até o ano de 2060, eis que na última década a população brasileira de mais de 60 anos cresceu 21,6%, e a de 80 anos ou mais, 47,8%.

A Deputada Carmen Zanotto, autora do pedido que trouxe uma equipe da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (Cidoso) da Câmara Federal para a realização do evento, abriu os trabalhos ressaltando a importância da participação da sociedade para que o poder público possa elaborar políticas públicas para a pessoa idosa.

Carmen ainda ressaltou aspectos que muitas vezes não chegam ao conhecimento das pessoas, como o preconceito e violência contra os idosos.

(Fotos: Zé Rabelo)

Mais renda no campo a partir da piscicultura

As atividades no Parque Conta Dinheiro nesta quarta-feira (11) se concentraram nos últimos detalhes de parte dos expositores, que recebem os visitantes nesta quinta-feira (12). Os portões se abrem às 10 horas.

Mas, nem tudo foi apenas trabalho de organização. Paralelamente, ocorreu o III Seminário Regional de Piscicultura organizado pela Secretaria Municipal de Agricultura e Pesca.

A proposta do evento foi informar que as propriedades rurais, especialmente as pequenas, sejam estimuladas a produzir peixe, e transformar a atividade num forte potencial de renda.

No entanto, a discussão foi além da simples proposta da criação de peixe nas propriedades. A ideia maior é a de alavancar a produção, transformando-a em oportunidade de negócio, com alta rentabilidade, aproveitando o fato de Lages possuir uma indústria de pescados, e que carece de matéria-prima.

O próprio prefeito Antonio Ceron, que acompanhou parte das explanações,  entende que o campo precisa criar novas alternativas de produção, e a atividade com o peixe pode estar atrelada a outras culturas. Para tanto, o Município será parceiro ao estímulo à criação de peixes e fazer com que as propriedades tenham as adaptações necessárias para a produção.

Limite de plantio de árvores próximo à rede elétrica

Visando prevenir possíveis apagões em redes elétricas, por causa de árvores que vingam muito perto, estará em Lages, nesta sexta-feira (21), o deputado estadual Dirceu Dresch (PT).

Ele participa de um seminário justamente para discutir a questão que, inclusive, é autor de um projeto que fixa limites para o plantio de árvores exóticas, como pínus e eucalipto, próximo à rede de distribuição de energia.

O seminário também irá tratar dos desafios para garantir a segurança energética no meio rural. O evento  acontece na Câmara de vereadores de Lages, a partir das 14 horas.