Ministro nega irregularidades nas urnas e multa o PL

Confesso que era esperada a reação do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, ainda nesta quarta-feira (23), ao negar a apuração de irregularidades em cerca de 280 mil urnas do segundo turno das eleições presidenciais, e ao inverter os papeis.

Não bastasse isso, condenou a coligação do presidente Jair Bolsonaro, composta também pelo Progressistas (PP) e pelo Republicanos, ao pagamento de multa de quase R$ 23 milhões por “litigância de má-fé” – sobe a alegação de que isso acontece, quando a Justiça é provocada de maneira irresponsável. Também determinou o bloqueio imediato do Fundo Partidário do Instituto Voto Legal e a inclusão de Valdemar Costa Neto, mandatário da legenda, e Carlos Rocha, presidente do Instituto Voto Legal, no inquérito 4.874, que apura a existência de milícias digitais que atentam contra o Estado Democrático de Direito.

Por sua vez, em nota, o PL informou que acionou sua assessoria jurídica para analisar a decisão do TSE, e reitera que apenas seguiu o que prevê o artigo 51 da Lei Eleitoral que obriga as legendas a realizar uma fiscalização do processo eleitoral.

Fonte: Jovem Pan – Foto: Assessoria STF

Transporte público gratuito é autorizado no 2º turno

Está autorizada pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), a liberação do transporte público urbano coletivo de passageiros, inclusive, escolares, se necessário, nas eleições em segundo turno, no próximo dia 30 de outubro. Determina ainda, o transporte de linhas especiais para regiões mais distantes de votação.

Sendo assim, os municípios que detém o serviço terão que manter a circulação dos coletivos a níveis normais, especificamente no domingo das eleições, gratuitamente. No entanto, está nas mãos dos prefeitos fazerem cumprir a determinação, caso contrário, podem ser enquadrados em crime de responsabilidade. Obviamente, também devem pagar a conta.

A decisão foi tomada com base no registro recorde de abstenção verificado no primeiro turno, e que estaria associado às dificuldades de locomoção. O transporte irá beneficiar indistintamente qualquer eleitor.

Transporte em Lages

Em Lages, uma reunião deverá acontecer nos próximos dias, entre a empresa Transul e a Prefeitura. A empresa concessionária irá atender à determinação desde que seja também ajustado o serviço junto à Prefeitura, com ordem direta do prefeito Antonio Ceron. 

(Foto: Carlos Moura/STF).

Deputada Carmen se encontra com o ministro Barroso

Na tarde desta terça-feira (6), a deputada federal Carmen Zanotto se encontrou com o ministro Luiz Roberto Barroso, na tentativa de fazer com ele entenda todo o processo que aprovou a Lei do novo piso aos profissionais da enfermagem, relatando de que não houve inconstitucionalidade.

Ainda não se sabe qual o resultado dessa conversa, e o esforço da deputada para que o Ministro volte atrás na decisão que suspendeu a prática da Lei.

Ministro Marcos Pontes encerra Mostra Científica da Uniplac

A Uniplac encerra na noite desta quinta-feira a 23° MOSTRA CIENTÍFICA com chave de ouro, com a palestra de um convidado especial, o astronauta brasileiro e Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Dr. Marcos Pontes.

Caso queira conferir basta acessar o site e as redes sociais da Universidade que o link de acesso estará disponível. A palestra começa às 7 horas da noite.

O simbolismo da nossa UPA

A deputada federal Carmen Zanotto está acompanhando o Ministro da Saúde em SC. Na manhã desta sexta-feira (19) ele esteve em Joinville para a inauguração da UPA de Joinville.

Nossa deputada Carmen Zanotto, ao lado do ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, em Joinville

Amanhã, sábado, 20, será a vez de Lages inaugurar a sua. Presença do Ministro? De certo não. Mas, a gente vai estar lá, como jornalista. Obviamente não tem tanto significado isso, mas, independe do tanto e o nível de autoridades presentes o valor desta Unidade de Pronto Atendimento.

A secretária Odila Waldrich tem muito mérito. Foi ela que levou a situação ao conhecimento do prefeito Antonio Ceron, e do que seria preciso ser feito, mesmo sem saber se conseguiria. Por sua vez, Ceron também acreditou e deu à Secretária carta branca para buscar junto aos gestores do Ministério da Saúde, a chance de retomar o projeto. A história já é do conhecimento de todos.

Secretária Odila, esforço recompensado

Enfim, são ações como essas que diferenciam o papel de quem exerce funções chaves junto ao serviço público. O peso e a responsabilidade de gerir uma cidade, ou que seja a Pasta da Saúde, em que a vida das pessoas depende fundamentalmente das atitudes não só dos gestores, mas dos funcionários e de colaboradores paralelos, não podem ser dimensionados quando um ou outro fato isolado acontece.

Portanto, é dignificante saber que a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) está para ser inaugurada, abrindo uma nova perspectiva para as pessoas no campo da saúde dentro do Município.

Por fim, sabe-se que uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), está apurando fatos e fatores envolvendo o já desmantelado Pronto Socorro Tito Bianchini. Sabe-se que o resultado será lido internamente na Câmara de Vereadores, no dia 5 de agosto, próximo. E, sabe-se que vão haver revelações estarrecedoras, o que não tira o mérito do feito da nova UPA.

(Fotos: divulgação)