1º de dezembro: Dia Mundial de Luta contra a Aids

O “Dezembro Vermelho” é considerado o Mês de ações de combate mundial ao HIV/AIDS. Neste período, ocorrem campanhas de conscientização voltadas para o tratamento precoce da síndrome da imunodeficiência adquirida (HIV/AIDS) e de outras infecções sexualmente transmissíveis.

Em Lages, haverá a Ação Dezembro Vermelho, com a oferta de serviços de testagens rápidas para Hepatites B e C, testes de Sífilis e HIV (fluido oral), aferição de pressão arterial, testes de glicemia e orientações sobre as infecções sexualmente transmissíveis.

Também haverá a distribuição de preservativos, material educativo, lanches, sucos e brindes à população.

Psicologia da Uniplac entra na luta contra a AIDS

E, para marcar o mês de dezembro, os acadêmicos da sexta e décima fases do curso de Psicologia, das disciplinas de Psicologia e Pessoas com Deficiência e Psicologia da Saúde, ministradas pelas professoras Vivian e Mayara, tiveram uma palestra com o casal Juraci e Luciano, ambos convivendo com a AIDS há mais de vinte anos.

O casal abordou como gostariam de serem atendidos pelos profissionais da saúde, principalmente pela psicologia, sem preconceito, com afetividade, acolhimento, escuta qualificada e ressignificação da vida. Também ressaltaram a importância do uso de preservativos e para nunca se iludirem com “rostos bonitos”, pois a AIDS não tem cara!!!

O Conselho Federal de Psicologia, destaca o respeito e o reconhecimento de profissionais que atuam na linha de frente do enfrentamento a epidemia de HIV e AIDS e ressalta a necessidade de manutenção de políticas públicas de prevenção.

Informações e fotos: Central de Notícias Uniplac (CNU)

Campanhas vão se sucedendo

Cada mês torna-se importante na realização de campanhas pela saúde. Tivemos recentemente o outubro rosa, o novembro azul, e agora, o dezembro vermelho que marca a luta mundial contra a Aids.

A Vigilância Epidemiológica de Lages irá promover uma série de ações para a conscientização sobre os riscos desta e outras doenças sexualmente transmissíveis.

As atividades ocorrerão em frente à Vigilância Epidemiológica (ao lado do Pronto-Atendimento) a partir das 8h30.

A programação inclui diversos serviços para a comunidade, como atividades físicas, verificação de pressão arterial e glicemia, testagem rápida para HIV, sífilis, hepatites B e C, e orientações sobre Aids e tabagismo. Também serão oferecidos serviços de limpeza de pele, maquiagem artística, feira de adoção de animais e exposição de artesanato.