Havan reage ao efeito da política

A Havan, através de Nota Oficial, anunciou ontem terça-feira (22), de que não renovará contrato com times esportivos em 2023. É o efeito do resultado da política. Na justificativa, por conta do momento econômico e político que o Brasil vive, a Havan está revendo todos os seus investimentos para o próximo ano.

Com isso, informa que, para 2023, não renovará o patrocínio com nenhum time esportivo, como Flamengo, Athletico Paranaense, Cascavel e Brusque.

O contrato vigente com os clubes segue até o final, com encerramento em 31 de dezembro de 2022. Luciano Hang (foto) se previne e se recolhe politicamente, e começa a traçar uma nova conduta para seus negócios daqui para frente.

Foto: Assessoria de Imprensa

Luciano Hang, o personagem

O empresário catarinense Luciano Hang, dono das lojas Havan, esteve o tempo todo no palanque ao lado do presidente Jair Bolsonaro durante os principais atos em comemoração ao Dia da Independência. É um personagem com grande força de expressão. Somente a imagem dele, com a vestimenta verde e amarela, traduz o histórico do defensor da Pátria.

Não há como negar, que está hoje entre os principais influenciadores na busca da justiça democrática em todo o Brasil. Por estar, sempre ao lado, e manifestando apoio a Bolsonaro, tem sido radicalmente perseguido, mas, sem nunca desistir.

A notoriedade o transforma num personagem símbolo, especialmente na luta pela liberdade de expressão, e ao respeito à Constituição. À noite concedeu entrevista à TV Jovem Pan, e falou dos atos deste dia 7 de Setembro.

Foto: Reprodução/CNN

Indignação de Luciano Hang com o senador Randolfe Rodrigues

O empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan, tem sido um dos principais nomes, entre os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro a estar sofrendo impedimentos das contas entre outras ações determinadas pelo juízo superior. Mas, ele não se cala. Novamente, e com razão, não deixou de manifestar-se depois da informação de que o ministro Alexandre de Moraes sociais atendeu a um pedido do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), justamente um dos coordenadores da campanha do Partido dos Trabalhadores (PT).

Segundo Hang, ele acha que o ministro levado ao erro. No entanto, a situação leva a entender que com o propósito de lhe calar. O fato também acabou envolvendo outros empresários bolsonaristas com sanções por supostas conversas de caráter antidemocrático em grupos de WhatsApp. A que ponto as coisas chegaram.

Minuto de silêncio

Ontem, quinta-feira (1/09) em um evento que contou com presença do ministro da Economia, Paulo Guedes, empresários decidiram fazer um minuto de silêncio em nome da “liberdade de expressão”, em protesto à operação deflagrada semana passada, contra empresários, tidos como sendo bolsonaristas.

Foi durante um seminário promovido pelo Instituto Unidos Brasil, e que reúne diversos empresários, e visa debater a desoneração dos salários, uma das pautas defendidas pela entidade. Duras críticas à Operação da Polícia Federal autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes marcou a abertura do evento. Estão no direito deles. Acho até que demoraram a se manifestar de forma mais dura diante do que ocorreu.

“Cabe ao poder público fundamentar suas decisões, quando preciso, e à sociedade cobrar as autoridades em caso de evidente abuso do aparato judicial”, disse o presidente do IUB, Nabil Sahyoun, em seu discurso.

Dono da Havan Luciano Hang não será candidato ao Senado

O empresário Luciano Hang, da Havan, em live nas redes sociais, ao meio-dia desta quarta-feira (30), finalmente comunicou a decisão no caminho político. Não será candidato ao Senado!

A justificativa se deve, primeiramente à permanência ao lado da família e dos seus 22 mil colaboradores. E mais, revelou ser amigo de todos os candidatos ao governo de SC, e não quer se indispor com nenhum.

No entanto, seguirá como ativista político, na defesa das cores da Bandeira do Brasil. No entanto, salientou que nos últimos dias, conseguiu aglutinar um grande número de candidatos para apoiar na reeleição do presidente Jair Bolsonaro.

Por fim, disse que vai manter o projeto de continuar abrindo empresas e gerando empregos. Em suma, não quer abdicar da dedicação a tantas pessoas que dependem dele atualmente nas suas empresas. “É a minha decisão final, e seguir lutando pelo Brasil”, afirmou.

Foto: reprodução Instagram

Empresário Luciano Hang promete definir futuro político

Neste sábado, 26, o empresário, dono da Havan, Luciano Hang, postou um breve comunicado de que está refletindo sobre as eleições de 2022.

“Depois do carnaval vou fazer um grande anúncio. Com base no vídeo, qual o ditado popular você acha que eu estou pensando?”, disse.

O também ativista político divulgou também um vídeo nas suas redes sociais, com um dito popular trazendo aos seguidores uma reflexão sobre as eleições deste ano.

No vídeo, passa atrás dele, algumas vezes, um cavalo encilhado. Entre os gaúchos do interior, há um dito popular que vem varando o tempo: “Cavalo encilhado (com sela) não passa duas vezes”. É a maneira de dizer que, quando a vida nos apresenta uma boa oportunidade, devemos aproveitá-la, pois, ela pode não se oferecer novamente.

Na publicação, ele também afirma que após o Carnaval irá divulgar novidades sobre o pleito de 2022. Luciano, sem partido, tem sido sondado para concorrer ao Senado, por SC.

Empresário Luciano Hang, da Havan, esteve por Lages

Numa visita inesperada, neste sábado (29) o empresário Luciano Hang, dono da Havan, esteve por Lages e visitou suas lojas.

Além disso, na cidade fez contatos, e almoçou com o ex-governador, Raimundo Colombo, e demais amigos ligados ao PSD, como Jurandi Agustini e João Alberto Duarte.

Assuntos diversos, incluindo o de política se soltaram no encontro. Luciano é um dos maiores empreendedores do Brasil e vem sendo sondado a entrar para a vida pública, como possível candidato ao Senado.

Foto: Instagram

Luciano Hang emite nota sobre depoimento na CPI da Covid-19

“Recebo com tranquilidade a informação que serei convocado para depoimento, como testemunha, na CPI da Covid-19, na próxima quarta-feira, 29, de setembro de 2021. 

Será um prazer estar presente e falar de todo o trabalho que nós fizemos, visando ajudar no enfrentamento da pandemia, buscando auxiliar na saúde do povo brasileiro e também na economia. 

Desde o princípio falamos que era preciso cuidar da saúde, sem descuidar da economia. 

Estou totalmente à disposição para esclarecer qualquer questionamento”.

Luciano Hang

Foto: divulgação

Havan anuncia patrocínio da Copa América 2021, no SBT

A Havan irá patrocinar a transmissão da Copa América 2021. A varejista e o SBT, responsável pelos direitos de transmissão dos jogos, confirmaram a parceria nesta quinta-feira, 10 de junho. A Copa América inicia neste domingo, 13 de junho e segue até 10 de julho, quando está prevista a final, no Maracanã.

A seleção brasileira estreia na competição contra a Venezuela, neste domingo, em Brasília, no estádio Mané Garrincha, às 18 horas.

A Copa América é o principal torneio entre as seleções da América do Sul. Será a 47ª edição do torneio e o Brasil já sediou a competição 5 vezes. Além disso, a seleção brasileira já ergueu a taça de campeã em 9 edições.

Neste ano, participam 10 seleções, divididas em dois grupos: Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai e Uruguai estão no Grupo A. Já o Brasil, Colômbia, Equador, Peru e Venezuela formam o Grupo B.