Bolsonaro sanciona piso: enfermagem do Brasil comemora

Foi durante solenidade realizada na tarde desta quinta-feira, 4, no Palácio do Planalto, com a presença de parlamentares e representantes de entidades da Enfermagem de todo o Brasil, que o presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou o projeto de lei que fixa o piso salarial da enfermagem (PL 2564/2020).

Vitória de enfermagem – Segundo a deputada Carmen, é um dia de muita emoção, de vitória da Enfermagem. Chegou o grande momento de dar um pouco mais de dignidade para esses homens e mulheres que dão suas vidas salvando vidas. A deputada é enfermeira de formação.

Relatora

O texto foi aprovado no começo de maio, com a relatoria da deputada Carmen Zanotto (Cidadania/SC) e com amplo apoio dos deputados, tendo sido aprovado com 449 votos favoráveis e apenas 12 contrários. A luta da enfermagem já acontece há mais de 30 anos na Câmara Federal.

E, além de ser a relatora do projeto de lei que fixa o piso salarial da enfermagem, a parlamentar coordenou o grupo de trabalho que estudou o impacto financeiro da proposta e foi ainda a relatora da PEC 11 que garantiu mais segurança jurídica ao P2564.

Proposta

A proposta prevê R$ 4.750,00 para enfermeiros; R$ 3.325,00 para técnicos; e R$ 2.375,00 para auxiliares e parteiras.

Fontes de financiamento

A deputada lembra que a tarefa ainda tem outro caminho, o da garantida das fontes de financiamento. Estados e municípios e hospitais filantrópicos precisam ter as condições orçamentárias que garantam o pagamento do piso.

É necessário agora o trabalho das duas casas, Câmara e Senado, junto com o Governo.

Foto: Divulgação

Carmen Zanotto e Arthur Lira: sanção do piso da enfermagem

A deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania/SC) reuniu-se na nesta quarta-feira (27) com o Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, para tratar da sanção presidencial do PL-2564/22, que fixa o piso da enfermagem, e das fontes de financiamento da proposta que deverão entrar na pauta do plenário da Câmara a partir do dia 1º de agosto.

Carmen se diz otimista e acredita que terá a sanção presidencial e as fontes de recursos para fazer frente aos impactos financeiros do piso, em especial na rede hospitalar. O texto foi encaminhado ao Presidente da República com esse compromisso, de garantir as fontes de financiamento.

Para Carmen, é preciso agora do trabalho das duas casas, Câmara e Senado, junto com o Governo.

No tocante às fontes de financiamento, destacam-se os projetos da desoneração da folha de pagamento (PLP- 205/21), de autoria da própria deputada Carmen Zanotto; do aumento dos royalties da mineração (PL 840/22); e o projeto da legalização dos jogos (PL- 442/91).

Agenda Extensa em Brasília

A Câmara Federal está em recesso até o dia 31 de julho, mas parlamentar está cumprindo agenda extensa esta semana em Brasília.

Além da reunião com o presidente Lira, a deputada também esteve na Secretaria de Governo (Segov) no Palácio do Planalto, e ainda se reuniu com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para reforçar a importância da sanção presidencial ao projeto da enfermagem.

Foto: Arquivo Câmara dos Deputados

Sem quórum, votação da PEC 11 é adiada para terça (12)

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), adiou para a próxima terça-feira (12), a partir das 13h55, a votação do piso salarial da enfermagem (PEC 11/22).

Ao final da sessão do Plenário de quinta-feira (7), apenas 427 deputados tinham registrado presença. “Não vou arriscar nem essa PEC nem a próxima”, disse Lira antes de encerrar a votação e reconvocar os trabalhos para a próxima terça.

A deputada Carmen Zanotto lamentou a falta de quórum, e pediu paciência para a classe da enfermagem, dizendo que a caminhada não é fácil.

A PEC do Piso da Enfermagem (PEC 11/22)  foi aprovada em comissão especial na quinta-feira. O projeto, já aprovado pelo Congresso, ainda aguarda sanção presidencial.

Foto: Elaine Menke/Câmara do Deputados

Relatora da CE que vai analisar piso salarial da enfermagem

A deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania/SC) foi escolhida relatora da Comissão Especial (CE) que vai analisar a Proposta de Emenda à Constituição 11/22 que determina que uma lei federal instituirá pisos salariais nacionais para o enfermeiro, o técnico de enfermagem, o auxiliar de enfermagem e a parteira.

Segundo ela, vai trabalhar para cumprir o prazo mínimo de 10 sessões e encaminhar o parecer ao Plenário para ser votado antes do recesso parlamentar de julho.

Carmen Zanotto também reafirmou o compromisso de aprovar propostas que garantam fontes de custeio para o pagamento do piso, cujo impacto fiscal é estimado em R$ 16 bilhões.

Foto: Saulo Menão

Primeira colação de grau online da história da Uniplac

Foi desta maneira que 25 alunos dos cursos de Administração, Arquitetura e Urbanismo, Direito, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Fisioterapia, Odontologia e Tecnologia em Automação Industrial realizaram neste mês de julho a formatura.

Pela primeira vez em 61 anos da Uniplac, a colação de grau aconteceu online, devido à pandemia do novo coronavírus.

A solenidade foi realizada de forma remota, por meio da plataforma Google Meet, com cada um dos formandos de suas casas e com a presença do Reitor Kaio Amarante que realizou a outorga de grau dos concluintes.

Em seu discurso o Reitor Kaio Amarante, dedicou a solenidade de formatura, ao professor e médico Jonas Coelho Lehmkuhl, uma das vítimas do novo coronavírus.

A equipe de comunicação da universidade ficou responsável pelo trabalho de viabilização da captação e edição das imagens, o que se transformou num evento inédito para fornecer aos formandos e suas famílias uma cerimônia memorável e que ficará na história da Serra Catarinense através do vídeo produzido.

Primeiro passo

Esse foi o primeiro passo de muitos novos momentos inovadores que chegarão junto com este segundo semestre de 2020. No calendário de eventos da universidade, há a previsão de futuras colações de grau, mas a universidade adianta que todas estão em análise e vão depender de como estará a situação da pandemia.

Para conferir o vídeo acesse aqui

Projeto propõe cursos de aperfeiçoamento em enfermagem

carmen cursosA deputada federal Carmen Zanotto (PPS/SC), é também uma profissional de enfermagem, e, aproveitando a condição de parlamentar, na Câmara dos Deputados ela criou o projeto de lei PL 50/15, que obriga os conselhos federais e regionais de Enfermagem a oferecer cursos anuais de aperfeiçoamento profissional a enfermeiros, técnicos e auxiliares de enfermagem.

O projeto foi elaborado a partir de contribuições da deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP) sobre temas de acessibilidade, na época em que a deputada atuava na Comissão de Seguridade Social e Família.

Carmen diz que o objetivo do projeto é instruir os profissionais sobre as boas práticas de enfermagem pesquisadas por universidades e centros hospitalares de referência.

Unifacvest termina o ano comemorando

A UniFacvest, com certeza tem muito a comemorar este ano. E, o lado social também não fica para trás. É que recentemente, foi realizada a entrega das doações de brinquedos da Árvore de Natal da Biblioteca.

Natal UnifacvestFuncionários percorreram vários bairros da cidade, fazendo a distribuição.

Um grande número de crianças compareceu nas ruas. Todas ansiosas para receberem os presentes. Muito bacana!

.

Melhor do Estado

No dia 19 de dezembro o MEC (Ministério da Educação) publicou no Diário Oficial o conceito das Instituições de Ensino Superior de todo país. A UNIFACVEST conquistou o 78º lugar no ranking geral (públicas e privadas), sendo a 25ª colocada entre as Instituições privadas brasileiras, de um universo de 376 universidades, centros universitários, IFETs e CEFETs.

No Estado de Santa Catarina, a situação foi ainda melhor. A UNIFACVEST conquistou o 4º lugar, sendo a 1ª entre as Instituições privadas, de um universo de 26 universidades, centros universitários, IFETs. e CEFETs.

Ranking01

Em relação aos cursos da UNIFACVEST que participaram do ENADE em 2013, o de Enfermagem obteve o 1º lugar no Estado de Santa Catarina e o 20º posto no país.

O curso de Farmácia ficou em 2º lugar no Estado e a 78ª no Brasil.

Já o curso de Fisioterapia obteve o 1º lugar em Santa Catarina e a 28ª posição no ranking nacional.

Por fim, o curso de Medicina Veterinária é o 2º melhor em Santa Catarina e o 20º em nível nacional.

Ranking02Ranking03

É importante frisar que, o conceito das Instituições e dos cursos, considera a performance dos estudantes no Exame Nacional de Desempenho Estudantil (ENADE), mas também os projetos pedagógicos dos cursos, o corpo docente e a infraestrutura de laboratórios e acervo bibliográfico, dos últimos três anos.

Portanto, o ótimo desempenho da UNIFACVEST de 2011 a 2013 não é pontual, mas o reflexo de um árduo processo de investimentos nos cursos, de qualificação do corpo docente e da oferta de uma infraestrutura adequada às necessidades acadêmicas.

Com este resultado, a UNIFACVEST ganha destaque entre as melhores Instituições de Ensino Superior do país, valorizando seus estudantes, seus professores e colocando a Lages e região em evidência no cenário nacional.

Enfermagem e Medicina da UNIPLAC pontuam na 2ª colocação em SC

O Ranking Universitário Folha (RUF), divulgado durante a última semana pela Folha de São Paulo traz o curso de Enfermagem e também o curso de Medicina da UNIPLAC no segundo lugar no estado de Santa Catarina.

Uniplac 2013 (2)Os cursos foram avaliados nos quesitos ensino e inserção no mercado de trabalho, com a coleta de dados pela Folha de cursos de graduação nas 30 áreas com mais matrículas em 2011.

A UNIPLAC oferta cursos para 17 das 30 áreas profissionais analisadas pelo RUF. Destas 17 áreas, além dos cursos de Enfermagem e Medicina na segunda colocação, Odontologia também se destacou na 3ª posição estadual e os cursos de Ciências Biológicas, Educação Física, Letras, Matemática, Psicologia e Serviço Social estão entre as dez primeiras posições.

Embora o RUF se utilize de dados que resultam das avaliações do MEC e a UNIPLAC está sob a égide do Conselho Estadual de Educação (CEE), considera-se válida e importante a iniciativa, pois traz uma série de demonstrativos de crescimento, além de melhorias a serem realizadas.