Ações culturais na pauta de Carmen e Samuel

Segundo os candidatos, Lages é rica em manifestações culturais, costumes e tradições que revelam as várias raízes dos lageanos. Para a dupla da coligação “Trabalho e Amor por Lages”, tudo isso precisa de incentivo e valorização.

A capoeira, por exemplo, é uma expressão cultural brasileira que está presente em Lages e precisa de uma maior valorização do poder público municipal. Este tipo de manifestação mistura arte marcial, esporte, cultura popular, dança e música.

O “Grupo Bambas Capoeira – Magia Bahia”, que atende cerca de 500 alunos, oferecendo aulas gratuitas, procura manter viva a capoeira em Lages. A entidade sofre com a falta de incentivo do poder público municipal.

Em reunião com integrantes do grupo, Carmen afirmou que é preciso valorizar todas as expressões culturais da cidade. Ela e Samuel também conversaram com integrantes do Grupo “Capoeira Angola dos Palmares”, que desenvolve o projeto social “Capoeira no Morro”, no bairro Morro do Posto, onde assistiram a uma apresentação do grupo. O projeto social é administrado pelo professor Jeferson Souza. O apoio ao tradicionalismo é outra bandeira de Carmen e Samuel.

Por Assessoria de Imprensa