Por qual razão o TSE decidiu antecipar a diplomação de Lula?

Difícil entender a pressa em tudo o que cerca no presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva. Primeiro a pressão para aprovar a tal PEC da Transição, questionada por inúmeros especialistas, que apregoam só incertezas e problemas futuros para o país. E mesmo assim, avança.

Agora, a pressa se dá para a diplomação, antecipada em cinco dias, de 19 de novembro, para o dia 12. Mesmo sem uma justificativa clara, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) atendeu ao pedido do Partido dos Trabalhadores (PT), e confirmou que a diplomação do presidente eleito, Luiz Inácio Lula da Silva, e do vice-presidente eleito, Geraldo Alckmin, para o dia 12 de dezembro, às 14h, no plenário da Corte. Tudo diferente. O homem parece já está governando, mesmo sem ter assumido.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Emenda de Neodi Saretta para cirurgias eletivas

Foto: Agência AL

O deputado Neodi Saretta apresentou emenda ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) garantindo, para 2023, R$ 55 milhões em recursos para a realização de cirurgias eletivas ambulatoriais e hospitalares.

O deputado, que também é presidente da Comissão de Saúde, falou que solucionar a fila por cirurgias eletivas é uma das questões mais importantes do Estado.

Ele prevê que no orçamento do ano que vem não haverá recursos suficientes para resolver isto, por isso apresentou esta emenda para suplementar esse valor em R$ 55 milhões, e assim, garantir a realização de todas as cirurgias represadas.

Câmara de Vereadores aprova subsídio do transporte público

O projeto do Executivo entrou em votação na noite desta segunda-feira (28), na Câmara de Vereadores, e foi aprovado. Foi a melhor alternativa encontrada pelo Município, para seguir mantendo o transporte público, que é essencial, com a menor valor da tarifa.

Méritos aos vereadores que votaram a favor. Eles sabem muito bem a importância da aprovação do projeto de subsídios. Quem foi contra, também é contra os usuários. Pois, caso contrário, sem o subsídio, as tarifas teriam que ser majoradas a valores muito acima, e inviabilizariam o serviço na cidade.

A pregação de alguns vereadores, especialmente de Jair Junior, não condiz com a realidade. O benefício será amplo aos usuários que irão continuar pagando o valor atual, e ainda para os empresários e a própria Prefeitura, que não terão acréscimos nos custos no vale transporte dos seus colaboradores.

Fato relevante

A sociedade precisa saber que a Transul, embora seja uma empresa privada, ela presta serviço essencial à Prefeitura, no caso, à concedente. Em não tendo uma empresa para o transporte, o Município teria que arcar com a operação completa.

Foto de arquivo Assessoria de Imprensa

Portanto, os subsídios que estão sendo implantados em inúmeras localidades do Brasil, vieram com força, como alternativa diante das consequências causadas pelas medidas tomadas por decretos, durante a pandemia. O reflexo foi duro para todas as empresas de transporte no território nacional que tiveram que parar por muito tempo, e a queda do número de usuários levou à falência de muitas delas.

Lages, caso não tivesse o apoio da Prefeitura e dos Vereadores, na alternativa do subsídio, o transporte certamente iria colapsar.

Para os menos avisados, e que ainda acreditam nas palavras do vereador Jair, procurem se informar, e verão que dificilmente, em caso de uma nova abertura de concessão, surgiria outra empresa interessada.

E mesmo que, supostamente, a Transul deixasse de operar em detrimento de outra empresa, esta teria que se instalar em Lages, necessitando de nova infraestrutura e investimentos inimagináveis para dar conta do serviço. Quanto custaria a tarifa? O Município teria que arcar com as consequências. Portanto, chega de discurso vil. O usuário do transporte deve comemorar.

A foto de quem votou contra é a que deveria ser estampada nas redes sociais. Méritos aos vereadores que tiveram discernimento de que o projeto de subsídio, foi a melhor solução para o transporte público de Lages e votaram a favor. E isso, precisa ser observado por quem utiliza do transporte público.

Medida protetiva: deputada sugere tornozeleira eletrônica

A deputada estadual Paulinha (Podemos) conheceu uma tornozeleira eletrônica, e sugere que poderá ser utilizada por homens que tenham medidas protetivas. Em caso de aproximação do homem com a mulher vítima de violência em uma determinada distância um sensor que estará com a mulher e outro com a Polícia Militar, seria acionado.

Ela postou a novidade em suas redes sociais destacando a iniciativa que marca o Dia Internacional para Eliminação da Violência Contra as Mulheres, celebrado em 25 de novembro.

Por fim, de minha parte, espero que haja realmente um trabalho conciso entre as mulheres da Alesc, e com a total colaboração dos homens, pois, concordo com a deputada a afirmar que o tema é muito profundo e muito mais complexo.  

Mulheres deputadas precisam unir forças

Ideologia e partidarismo não deveriam fazer parte nas ações e luta das deputadas estaduais no cuidado das mulheres catarinenses. Elas já são poucas na representatividade, embora, esse ponto não deva ser considerado. A deputada Paulinha (Podemos), por exemplo, não tem poupado esforços para difundir uma das maiores preocupações do Estado, ou seja, a violência contra a mulher.

Segundo aponta, o problema virou uma epidemia nacional, e Santa Catarina não é uma exceção. Para a deputada, é preciso cuidar das mulheres catarinenses amplificando o debate da não violência com toda a sociedade. Por outro lado, importante a ferramenta buscada por ela, e que podem ser uma aliada contra essa violência doméstica.

Foto: Valquíria Guimarães

Jorginho Mello se despede do Senado e cita Bolsonaro

Antes de assumir o cargo de governador, Jorginho Mello (PL), nesta segunda-feira (28) fez o discurso de despedida do Senado, lugar em que foi considerado, por duas vezes, o melhor senador do Brasil.

Jorginho Mello ao se despedir do Senado /Foto: Assessoria de Imprensa

Na ocasião, evidenciou o nome do presidente Jair Bolsonaro e projetos como o Pronampe, o qual, ele considera ser a maior linha de crédito da história do País.

O discurso dele foi durante homenagem aos micros e pequenos empresários. Ao fazer o balanço dos quatro anos de atuação, agra agradeceu aos catarinenses por acreditarem no seu trabalho.

Citou vários projetos em defesa dos empreendedores, a exemplo do MEI Caminhoneiro e o Pronampe, que salvou, só em Santa Catarina, 750 mil empregos e mais de 75 mil empresas, ao emprestar mais de R$ 5 bilhões.

Senadora Ivete Silveira

Ivete Silveira / Foto: Roque de Sá/Agência Senado

Jorginho Mello também se dirigiu à primeira suplente, Dona Ivete Appel Silveira, que agora será titularizada no mandato como senadora.

Segundo o agora ex-senador, não tem dúvidas de que ela irá exercer os quatro anos que o ex-governador Luz Henrique da Silveira não conseguiu completar em vida. Dona Ivete, vale lembrar, é do MDB, e irá também ser a representante do Partido, no Senado.

Lageano Jimmy Burger vence o Sebrae Desafia 2022

Foram dois meses de provas, tensões e muitas emoções, assim chegou ao fim a segunda edição do Sebrae Desafia. E, o grande vencedor Dmitri “Jimmy” Arruda, de Lages, na Serra Catarinense. Ele enfrentou Carla Rhoden, de Joinville, e venceu ao gabaritar as questões da final.

Os desafios foram nas áreas comercial, de finanças, marketing, gestão de pessoas, inovação e todas essas questões geraram dúvidas que foram sendo esclarecidas ao longo do programa. Foram oito participantes e a cada semana a dupla com menor pontuação deixava a competição.

Os testes

Os testes propiciaram que os concorrentes saíssem da zona de conforto, se desafiassem e superassem as etapas. Os empresários que estavam na disputa evoluíram ao longo das provas, é o que destaca Luc Pinheiro, Diretor Técnico do Sebrae/SC.

Jimmy

Há oito anos, Dmitri “Jimmy” Arruda morava em Balneário Camboriú e em visita a Lages, na Serra Catarinense, procurou um lugar para comer um cheeseburger, e só conseguiu ser atendido na terceira lanchonete pela qual passou, pois, as anteriores estavam lotadas. Desse fato, ele viu a oportunidade de empreender.

Ele investiu seu capital em um trailer que virou uma hamburgueria e desde então o Jimmy Burguer é sucesso em Lages. Ele já tinha a intenção de se mudar para a cidade e empreender o ajudou nessa transição.

Prêmio

O “Jimmy” vai receber R$ 90 mil em aceleração para sua empresa. Valor dividido em consultorias do Sebrae/SC, mídia na NDTV Record TV e R$ 10 mil em dinheiro.

E com esse prêmio ele pretende investir na capacitação da equipe e o dinheiro será usado para pintar o restaurante. A sua grande expectativa é a mídia na TV, pois ele diz que é a primeira vez que terá essa oportunidade e espera bons resultados. “Todas as semanas, provas diferentes, a gente pode acompanhar coisas novas, siglas novas, assuntos diferentes e poder fazer network tanto com o pessoal do Sebrae quanto com nossos colegas, então, tudo isso foi muito construtivo pra mim, e é algo que eu vou levar pra sempre”, destaca.

Fotos: divulgação

Augusto Cury, na comemoração dos 121 anos do Santa Rosa

O Colégio Santa Rosa de Lima sempre tem pautado grandes eventos, no decorrer de cada ano. Nas comemorações dos 121 anos, não foi diferente. Por isso, a presença de Augusto Cury, em Lages, teve significativa importância na marcante data. 

O Centro Serra ficou lotado na quarta-feira (23), para conferir a palestra com o tema educação e gestão das emoções. Momento em que abordou situações que proporcionaram uma verdadeira viagem para dentro de cada um, elevando a capacidade de pensar e a celebração dos acertos, com pontos focados na inteligência e o pensamento virtual, entre outras ponderações.

Cury foi enfático ao apontar a educação como forma conciliadora e eficaz nos aprendizados socioemocionais aplicados nas crianças.

O palestrante Augusto Cury é idealizador e autor da metodologia do Programa Escola da Inteligência, que tem por objetivo trabalhar com a educação socioemocional dentro das instituições escolares. A metodologia fará parte da Matriz Curricular do Colégio Santa Rosa de Lima a partir do próximo ano.

Fotos: Paulo Chagas

Carlos Moisés propõe colaborar com emendas ao orçamento

Surpreende-me positivamente a conduta do governador Carlos Moisés (Republicanos). Pois, ainda na última sexta-feira (25), ele encaminhou ofício ao governador eleito Jorginho Mello, colocando o governo à disposição para propor emendas à Lei Orçamentária Anual (LOA).

Notem bem a preocupação dele, ou seja, dar ao novo governo a possibilidade do cumprimento de compromissos assumidos durante a campanha eleitoral, destacando especialmente as propostas de políticas públicas dirigidas à população mais carente.

Moisés ainda incluiu no documento a preocupação com o “Programa Faculdade Gratuita”, que prevê a gratuidade do ensino em todo o Sistema ACAFE. Mais interessante ainda é a argumentação do Governador, ao salientar a questão do calendário do Poder Legislativo para o trâmite das matérias em final de exercício.

Sendo assim, menciona que a resposta deve se dar em prazo razoável, para que seja possível a readequação das receitas e despesas, definindo em tempo hábil as fontes de recursos para os projetos da futura gestão. Confesso que nunca havia visto atitude assim de um governante às vésperas de deixar o cargo.

Foto: Oneres Lopes/Amures