Queijo serrano ganha mais espaço com Selo de Inspeção

Share this

A família Zanelato, do município de Bom Retiro, recebeu o Selo de Inspeção Municipal (SIM) 001 para a produção de Queijo Artesanal Serrano (QAS). Com a certificação, concedida em 10 de julho, a queijaria do Sítio Santo Antônio tornou-se a primeira do município a conquistar o direito de comercializar o Queijo Serrano dentro da legalidade.

Eis aí um registro importante para a valorização e comercialização de um produto essencialmente artesanal, e produzido na Serra Catarinense.

A história do Sítio Santo Antônio teve início em 2006, quando o casal Air e Jacinta Zanelato encerrou suas atividades no funcionalismo público e adquiriu uma área de 48 hectares no município de Bom Retiro. Os planos eram produzir vinhos e trabalhar com a criação de gado.

A produção do queijo, trazida da cultura de seus antepassados, era um hobby para aproveitar o leite produzido, mas aos poucos foi se sobressaindo às demais atividades e se tornou um objetivo de vida.

Queijaria da propriedade dos Zanelato

A média de produção do Sítio Santo Antônio é de 2kg de queijo por dia. O rebanho, de raças mistas, é certificado como livre de brucelose e de tuberculose. O produtor também aposta na maturação, que é a transformação pela ação do tempo, como um diferencial para o seu queijo.

Agora a busca é pelo Selo Arte

Após a obtenção do SIM, a família Zanelato encaminhou à Cidasc a solicitação para a obtenção do Selo Arte, que permite que os produtos artesanais de origem animal sejam comercializados em outros estados, além de atestar a autenticidade destes produtos como artesanais.

Fotos: divulgação

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.