Elizeu: “é muita invenção e mentira no processo”

Share this

O ex-prefeito Elizeu Mattos concedeu entrevista ao comunicador Daniel Silva, na Rádio Clube de Lages, na manhã desta quinta-feira (10).

Respondeu a várias perguntas, sempre argumentando que o processo contra ele está embasado em falta de provas, invenções, elações e mentiras, inclusive, em delações falsas. Deu a entender de que tudo fora direcionado e armado para a sua condenação.Ressaltou de que tudo faz parte de uma grande mentira.

Uma entrevista comprometedora. Afinal, quem então direcionou as provas que o condenaram? O Gaeco? As investigações? A Justiça?

Reclamou que foi gravado constantemente, até mesmo no interior do carro. Segundo contou, foram 12 horas de gravações. Ou seja, disse que foi um enredo de delação totalmente montado.

Mala de dinheiro

Por outro lado, ao ser questionado sobre a mala de dinheiro (R$ 165 mil) encontrada com o ex-motorista Toninho. Afirmou que a mala do dinheiro não está em seu processo, porque ele não estava na hora em que o Gaeco flagrou o dinheiro com seu ex-motorista. Depois, segundo disse, inventaram que a mala era para Elizeu. “Eles estão mentindo. Um rol de mentiras, reforçou. Tudo é muito estranho”.

Citou em forma de pergunta, como é que se condena uma pessoa há mais de 30 anos em cima de hipóteses? É preciso preservar a verdade e a justiça. É preciso ter provas!

Condenação

O ex-prefeito foi condenado em julgamento anterior a 31 anos de prisão por organização criminosa, corrupção ativa (por 22 vezes), dispensa indevida de licitação (por duas vezes) e fraude a licitação.

Foto: divulgação

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.