Tag: Lages (Página 1 de 522)

Bonito trabalho dos veterinários do CAV

Um bugio-ruivo e um tamanduá-mirim estão entre os 60 exemplares tratados anualmente pelo Grupo de Estudos de Animais Silvestres (Geas), localizado no hospital veterinário da Udesc, em Lages.

Os atendimentos são feitos há 15 anos numa parceria com a Polícia Militar Ambiental, que acolhe, encaminha a um novo lar ou devolve os bichos à natureza após a reabilitação.

Encontrado numa área de reflorestamento da Serra Catarinense no começo de 2017, o bugio esbanja saúde após ter um tumor benigno curado. Ele está desverminado, é dócil, brincalhão e adora comer frutas.

Já o tamanduá foi localizado há dois meses ao lado do corpo de mãe às margens da BR-282, em Alfredo Wagner, e levado até a Polícia Militar da cidade. Ele chegou ao Geas desidratado, ferido e agressivo.

Até um ano de idade a espécie depende da figura materna e não tem condições físicas de buscar comida, mas na Udesc o bicho já se arrisca a ir atrás do próprio alimento no cupinzeiro.

Professor Aury  trata animais silvestres animais há muitos anos

Na próxima semana, o bugio e o tamanduá serão levados ao Parque Zoobotânico de Brusque.

A Polícia Ambiental de Lages é a responsável pelo recebimento e encaminhamento destes animais, levados voluntariamente ao quartel por pessoas que os possuem, por policiais rodoviários ou até mesmo motoristas que os encontram nas estradas.

Tratamento completo no Hospital

No setor de animais silvestres do hospital veterinário da Udesc em Lages, 40 alunos se revezam nos cuidados com medicação, alimentação e limpeza do ambiente.

André Schlemper, da nona fase de Veterinária, é um dos que mais frequenta o lugar.

Texto e foto: Catarinas Comunicação

“Aperitivo” do Arrancadão de caminhões

A Prefeitura de Lages, como parceira da 4ª etapa da 1ª Copa Santa Catarina de Arrancadão de Caminhões, está realizando a divulgação do evento, execução de obras de terraplenagem, e adequação do ponto de acesso à pista, localizada à margem da SC 114, próximo à Pousada Refúgio do Lago.

Neste último sábado, ocorreram os treinos livres da 4ª etapa – programada para os dias 14 e 15 de outubro -, oportunidade em que pilotos de Lages e região serrana testaram a pista.

Incremento na economia

O evento irá incrementar o setor de hotelaria, restaurantes e de combustíveis, principalmente, durante este período de provas. Afinal, vêm à Lages centenas de pessoas, para competir e assistir as provas e isso incrementa a economia.

Vale lembrar que no local será instalada arquibancada para 700 pessoas, além de pontos de camarotes e estandes de empresas do ramo de serviços e autopeças.

A pista de 650 metros de extensão por 13 metros de largura, utilizada para o Arrancadão, faz parte de um circuito maior, de 1600 metros, no qual poderão ser realizadas vários tipos de provas ligadas ao auto esporte.

Copa SC terá cinco etapas

As três primeiras etapas da 1ª Copa SC de Arrancadão foram realizadas, respectivamente, em Balneário Camboriú, Morro da Fumaça e Anita Garibaldi. Depois de Lages, Balneário Camboriú volta à cena com a quinta e última etapa (prova final marcada para os dias 18 e 19 de novembro).

Em Lages, competirão 45 pilotos profissionais e 20 amadores, nas seguintes provas: Toco e Truck; Força Livre; Cavalo Mecânico até 720; Protótipos; Desafio; Original.

Fotos: Toninho Vieira

Duplicação ou terceira pista

Está insuportável viajar de Lages à Florianópolis na BR 282. Não tem dia e nem hora. O movimento contínuo ocorre em qualquer hora do dia ou da noite. E, piora ainda mais quando ocorre um acidente. Nesse caso, as filas lentas são um tormento para os motoristas.Não vejo alternativa. Ou nossas autoridades políticas e empresariais encontram um meio de pressão para que a estrada ganhe em mobilidade, ou definitivamente entreguem os pontos. A verdade é simples. Do jeito que está não pode continuar.

Farmácia Básica Municipal descentralizada

A Secretaria de Saúde de Lages irá descentralizar os serviços da Farmácia Básica Municipal. Para isso serão instalados quatro polos de referência, em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) consideradas estratégicas no município pela localização e área de abrangência.

O objetivo é facilitar o acesso aos medicamentos à população. Isso faz parte do conjunto de ações que está sendo implantado para assegurar a promoção, proteção e recuperação da saúde.

Conforme explica a secretária da pasta, Odila Waldric, nos primeiros meses de trabalho da atual gestão, a Secretaria precisou realizar pagamentos e compras emergenciais de medicamentos para atender a população. No início do ano faltavam 98 medicamentos de uma lista com 122. Ou seja, não havia praticamente nada disponível e isso gerou um grande transtorno para todos.

O Projeto “Farma Fácil” surgiu durante uma reunião no bairro Guarujá, no mês de maio, com os presidentes de associações de moradores.

Com a desativação, no início do mês de agosto, da Farmácia Popular, do governo federal, todos os materiais e equipamentos, que pertencem ao Município, serão utilizados para equipar as unidades referência. Na seleção dessas Unidades foram consideradas a infraestrutura já disponível, número de pessoas beneficiadas e mobilidade urbana.

Onde encontrar os remédios:

Na Unidade de Saúde do Guarujá, Coral, Promorar e Santa Catarina. Cada um desses polos atenderá outros bairros de abrangência. Desse modo, a Farma Fácil Guarujá atenderá também os bairros e loteamentos Tributo, Pisani, Cristal, Moradas Lages, Vila Esperança, Gethal, São Sebastião, Guadalajara, Conta Dinheiro, Jardim Celina, Morada do Sol, Dom Daniel, São Carlos, Maria Luiza, Vila Maria, Jardim das Camélias, Passo Fundo, São José e chácaras distantes.

O Projeto deverá ser implantado no início do ano que vem, após a contratação de farmacêuticos e auxiliares administrativos, que irão atuar em tempo integral nas unidades referência, conforme preconiza o Conselho Regional de Farmácia.

Foto: Toninho Vieira

Semana Farroupilha terminou, mas ainda há atrações!

O evento da Semana Farroupilha encerrou oficialmente na última quarta-feira, 21, com ato marcado por honrarias, mas ainda mantém programação neste final de semana.

A programação de encerramento contou com intensas atividades, tais como, palestras, apresentações artísticas, cavalgada e gastronomia campeira. O patrão do CTG Sr.

No evento de encerramento foi lançada a data da Semana Farroupilha 2018. Será de 14 a 20 de setembro. Também foi confirmada da realização da tradicional cavalgada, prevista para odia 15 de setembro de 2018.

Confira a programação final:

Sexta – 22 de setembro – 20h00 Mauro Moraes Teatro do SESC

Sábado – 23 de setembro – 13h00 Apresentação com Daniel Silva – Local Lages Garden Shopping.

20h00 – UilianMichelon Teatro do SESC

20h30 Jantar Comemoração do Dia do Gaúcho às 20h00

Conjunto de Arte Folclórica Garrão de Potro, na Associação dos Aposentados, na Av. Belizário Ramos, próximo a ACIL, às 20h30. No cardápio,  *massas, *galeto, *saladas, *polenta Terá também apresentação das danças tradicionais gaúchas. Sorteio de brindes e bingo.

Domingo – 24 de setembro – 13h00 Apresentação com Giancarlo Orsoleta – Local Lages Garden Shopping.

Foto: Henrique Beling

Pedido pela volta da Festa do Lambari

O retorno da Festa do Lambari na localidade de Salto Caveiras em Lages, como forma incentivar o turismo e o comércio local, é o pedido feito pela Câmara à Prefeitura através de moção legislativa.

A proposição do vereador Ivanildo Pereira (PR), foi aprovada por unanimidade na sessão de segunda-feira (18, e também assinada pelos edis Bruno Hartmann (PSDB), David Moro (PMDB), Jair Junior (PSD), João Chagas (PSC), José Amarildo Farias (PT), Lucas Neves (PP), Luiz Marin (PP), Osni Freitas (PDT), Pedro Figueiredo (PSD) e Vone Scheuermann (PMDB).

Realizada no Salto Caveiras, em parceria com a Prefeitura Municipal, e a associação de moradores do local, a Festa do Lambari contou com 15 edições.

O documento foi  enviado ao prefeito Antonio Ceron (PSD), ao secretário municipal do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Mário Hoeller de Souza, e ao superintendente da Fundação Cultural de Lages, Gilberto Ronconi.

(Informações e foto: Ascom Câmara de Vereadores)

Gabriel rebate a oposição

Dois estudos nacionais que põem Santa Catarina em destaque serviram de combustível para o deputado Gabriel Ribeiro (PSD) ir à tribuna da Assembleia, nesta quarta-feira, 20, e responder as críticas que o Governo do Estado vem recebendo da oposição, especialmente na área de saúde.

A defesa mobilizou ainda os deputados correligionários Jean Kuhlmann, Darci de Matos e Ismael dos Santos.

O primeiro estudo é do Centro de Liderança Pública, que criou o Ranking de Competitividade dos Estados, que classificou os 26 estados e o Distrito Federal. Considerada a pesquisa mais completa do gênero no país, o estudo mostra a evolução de SC de sétimo lugar em 2011 para o segundo posto no ano passado.

Gabriel Ribeiro enfatizou que duas áreas cruciais estão fazendo o Estado evoluir no ranking: segurança pública e infraestrutura, que têm pesos altos, e sem perder pontuação em campos como sustentabilidade social, também relevante.

 Além disso, SC deu saltos nos quesitos de solidez fiscal e potencial de mercado por ter sofrido menos com a crise nacional do que a média das demais unidades da Federação. Este estudo conferiu a Santa Catarina um prêmio, recebido pelo governador Raimundo Colombo nesta quarta-feira, em São Paulo.

O outro ranking mostrado pelo deputado Gabriel Ribeiro foi o chamado índice Marcoplan, que retrata a qualidade de vida no país. Neste, SC está em segundo lugar, atrás de São Paulo.

 Por este estudo, o Estado lidera os itens Desenvolvimento Social, Desenvolvimento Econômico e Saúde, e fica bem posicionado nos demais quesitos: Segurança, Institucional, Educação e Juventude.

(Informações e foto: Tarcísio Poglia)

Vem aí a Expolages 2017

A  Expolages acontece entre os dias 10 e 15 de outubro. O palco do evento, o Parque Conta Dinheiro aguarda expositores dos mais diversos segmentos.

Os animais seguem sendo as estrelas em meio aos negócios que fomentam a economia de Lages.

Conforme antecipa o presidente da Associação Rural, Márcio Pamplona, mais uma vez, a perspectiva em torno do evento é das melhores.

Pouco ou quase nada, se fala em crise. Pelo contrário. Segundo ele, os produtores seguem investindo em melhorias, na quantidade e na qualidade, gerando animais com o melhor padrão genético de Santa Catarina.

Mercado bovino

O otimismo do líder rural se deve à movimentação do mercado bovino, especialmente no Mato Grosso.

A leitura é de que por lá a procura é crescente, e os preços também estão reagindo para cima. Portanto, há evidência de que haverá reflexo, em breve, nas comercializações no território catarinense.

Outro fator que deverá movimentar o comércio animal nos próximos meses será a procura de aproximadamente 4 mil bovinos jovens para exportação, a exemplo do que aconteceu em 2015.

Atração nacional

Pela primeira vez a Expolages irá contar com uma exposição nacional de ovinos, da raça cara negra (hamshire dawn). Um animal de origem inglesa, considerado um bom produtor de carne, com rendimento médio de 50% a 60%. Está confirmado um grande volume desses animais, bem maior, inclusive, do que o registrado na Feira de Esteio (RS).

Além disso, como curiosidades, terá a participação de cães adestrados, e também de aves para a comercialização (galinhas), da raça Orpington, desenvolvida inicialmente na Inglaterra. Haverá também exposição especializada de cavalos manga larga, entre outros atrativos.

Página 1 de 522