Tag: Azul Linhas Aéreas (Página 1 de 9)

Lages terá mais dois voos extras da Azul em dezembro

Conforme a assessoria de imprensa da ACIL, a Azul Linhas Aéreas anunciou que no mês de dezembro disponibilizará dois voos extras ligando Lages a Campinas. Estes voos serão nos dias 23 e 30 de dezembro, devido à demanda das festas de final de ano.

Outra novidade é a alteração dos horários dos voos fixos. A partir do dia 04 de dezembro às decolagens de Campinas serão às 16h e de Lages às 18h20min.

Com esta mudança os usuários terão um maior aproveitamento do dia em São Paulo, além de permitir as conexões de Lages com diversas cidades do país no mesmo dia, incluindo capitais como Brasília, Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

Não é a primeira vez que a companhia disponibiliza voos extras em Lages. Em novembro tivemos um voo extra no dia 2, e nos dias 15 e 19 serão disponibilizados mais dois voos extras. Nestas datas além dos voos regulares, o aeroporto contará com mais um voo.

Confira os horários dos voos extras:

23/12 (Sábado)

Campinas-Lages às 14h:20

Lages-Campinas às 16h:40

30/12 (Sábado)

Campinas-Lages às 12h:25

Lages-Campinas às 14h:50

(Informações e foto: Silviane Brum)

ACIL volta à carga sobre os voos da Azul

Foi na reunião de diretoria no início da semana, quando os empresários receberam o agente  executivo regional João Alberto Duarte.

Na ocasião, relatou sobre as ações do Governo do Estado na Região, assim como, sobre os voos da Azul e a pavimentação da estrada da Coxilha Rica.

No primeiro caso, sobre os voos da Azul, Duarte disse que o Governador solicitou que as Agências de Desenvolvimento Regional contatem as associações empresariais e juntos façam um trabalho de mobilização para que as pessoas utilizem os voos a partir de Lages, entre outras ações com a participação também dos empresários.

No que tange à pavimentaçãoda estrada da Coxilha Rica ele disse que já foi licitada e tem a verba disponível, que só pode ser utilizada para isso, mas para iniciar as obras, o projeto segue emperrado no Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Na quarta-feira, 30, o governador Raimundo Colombo irá novamente à Brasília e deverá se inteirar da questão.

(Foto: Sheila Rosa)

Empresários reagem diante do cancelamento de voos

O cancelamento de mais um voo diário por parte da empresa Azul Linhas Aéreas, causou preocupação não apenas a população de Lages, mas principalmente aos membros do Fórum das Entidades.

Na manhã desta quinta-feira, 10/08, e, reunião na sede da CDL, buscaram estratégias de atuação para tentar resolver este problema.

Vale lembrar que a há pouco mais de um ano, quando a Azul iniciou as operações em Lages, eram disponibilizados seis voos semanais e ao longo desse período foram reduzidos para três.

Segundo levantamento realizado, todos os voos contavam com no mínimo 70% de ocupação, o que não justifica a redução dos mesmos.

Seja como for a preocupação é eminente. No entanto, o retorno da empresa dá conta de que este cancelamento é temporário, e o voo deve retornar no mês de outubro.

O risco de novos cancelamentos existe. Porém, os membros do Fórum das Entidades e da Comissão Pró Voo regional, definiram marcar uma reunião com o diretor da Azul, Ronaldo Veras, para entender os motivos desta decisão e juntos tentarem encontrar uma solução.

(Informações e fotos: Sheila Rosa)

Azul anuncia operação especial de inverno

Pelo quarto ano consecutivo, a Azul colocará em prática, durante o inverno, uma operação especial nos aeroportos onde as condições climáticas costumam impactar a regularidade e pontualidade de seus voos.

Para isso, realizará alguns ajustes de forma temporária em sua malha aérea nessas regiões, com o objetivo de evitar atrasos e cancelamentos que gerem contratempos aos Clientes.

A ação ficará em vigor entre maio e setembro. A Azul manterá voos em todas as suas bases.

Em São Paulo (Viracopos), a Azul decidiu diminuir parte dos voos para Curitiba, Porto Alegre, Ponta Grossa, Divinópolis, Cascavel e Maringá, inclusive, Lages.

Os detalhes das mudanças, como datas e horários, no caso de Lages, estão na tabela abaixo:

Voos da Azul são motivos de conversações

O aeroporto de Lages irá passar por vistorias nos próximos dias. São procedimentos normais para que se renove a certificação.

acil na prefeitura

Mas, em reunião na tarde desta quinta-feira (9), na Prefeitura, diretores da ACIL dialogaram com o prefeito Antonio Ceron, para unirem forças para reivindicar o retorno normal dos voos da Azul Linhas Aéreas. A terça e a quarta foram suprimidas como se sabe.

A expectativa de que a terça-feira voltará a contar com o “grande pássaro” da Azul, nos céus de Lages. Mas, o que se quer é que avião aterrisse por aqui também nas quartas-feiras. Hoje, só há voos na quinta, sexta e domingo.

voos

Outro objetivo a ser buscado é, quem sabe, mais um voo e com itinerário diferente. A ideia não é nova. Já foi, inclusive, sugerido o trajeto ligando Porto Alegre, Chapecó, Lages e São Paulo. Mais ou menos isso.

De qualquer forma, os empresários encontram apoio da Prefeitura para o atendimento às necessidades propostas pelos diretores da ACIL.

Informe da Azul Linhas Aéreas

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras informa que, entre 14 de dezembro e 25 de janeiro, suspenderá a operação dos voos de quarta-feira entre São Paulo (Viracopos) e Lages.

azul

A mudança ocorre devido a ajustes de malha referentes ao período de alta temporada de verão.

A Azul informa, ainda, que todos os Clientes com passagens compradas para este período, nos voos às quartas-feiras, poderão ser reacomodados em outras operações ou poderão solicitar reembolso integral.  

azul chegando1                  

O aeroporto de Lages é uma base de inverno. Na alta temporada de verão a demanda aumenta nas bases de verão. Dessa forma é preciso replanejar a logística das aeronaves para atender essa demanda crescente, por período determinado.                       

Vale dizer, que Lages fechou o quarto mês de voos comerciais no Aeroporto de Lages. Durante o período tivemos 10.250 passageiros.

Tranquilizando os passageiros da Azul Linhas Aéreas

Leitora do Blog fez contato comigo, bastante preocupada, por ter ouvido falar de que a Azul Linhas Aéreas irá encerrar as atividades em Lages, a partir de janeiro de 2017. Ocorre que a questão pode ganhar dimensão, e também pode ser mal interpretada.

Sendo assim, tranquilizo a todos, ressaltando que não procede a informação.

Conversei com o secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda, de Lages, Juliano Chiodelli. Segundo ele, a única alteração é o fato de que não vai haver voos nas quartas-feiras. 

Conforme Chiodelli explicou, é que nesta época do ano, a Azul desloca aeronaves para atender a demanda da alta temporada de verão no país. 

azul chegando

E, como Lages é uma base de inverno pode ficar sem voo um ou dois dias da semana, sem prejuízo aos viajantes, e mais tarde volta à regularidade diária.  Em hipótese nenhuma irá parar com as operações no Município.

Propaganda indireta é desproporcional

A campanha política em Lages tem sido um tanto desproporcional no que tange aos espaços na mídia. Começa pela distribuição dos tempos de cada coligação.

Por outro lado, a situação beneficia-se da prerrogativa de continuar propagando seus feitos, e cronometricamente distribui secretários, diretores e até mesmo o prefeito Elizeu Matos,  para dar entrevistas com o intuito de dimensionar e propagar seus feitos. Isso tudo fica à margem da Lei Eleitoral.

 O uso da máquina, nesse caso, é disparadamente desproporcional, e beneficia diretamente o candidato do seu interesse.

Nesta manhã de segunda-feira (26), por exemplo, o prefeito Elizeu esteve num programa de rádio, direta e indiretamente falou de tudo e mais um pouco da sua administração.

Ao se referir do investimento feito pelo Governo da Estado, para asfaltar a Coxilha Rica, tripudiou em cima do projeto ao dizer que os recursos poderiam ser usados em outras esferas, como no asfaltamento de ruas da cidade.

ponte na coxilha

Deu a entender que a Coxilha Rica, além ser o maior atrativo turístico do Município; um celeiro do agronegócio, e o que ainda irá se tornar a partir da produção de grãos, não se encaixa em suas prioridades. O pessoal que vive lá e produz riquezas, soube interpretar a mensagem.

azul avião

Também, ao propagar a vinda dos voos regulares e até mesmo a instalação do shopping, em nenhum momento evidencia a participação do Governo do Estado, providencial, inclusive, para que tudo se concretizasse.

Shopping

Para o Shopping, os incentivos fiscais foram taxativos para a progressão do projeto. O mesmo, para a vinda dos voos da Azul, com a redução de impostos sobre os combustíveis e o recapeamento da pista. Só estas duas coisas foram decisivas para os voos acontecerem.

Não é nenhuma vergonha compartilhar os méritos das conquistas. A Administração Municipal obviamente teve participação e merece também o reconhecimento.

Mas, as coisas em tempo de política se revertem em vantagens apenas para um lado. Falar somente a verdade, nesses casos, sem otimir, bastaria.

Página 1 de 9