Tag: ACIL (Página 1 de 32)

Ainda sobre o Business Park

Já abordei o assunto esta semana aqui no Blog. No entanto achei relevante rebuscar as informações, pois, a partir de agora entra em prática a segunda etapa do projeto. E,  até mesmo para que vocês tenham uma dimensão mais completa do futuro empreendimento.

Nesta segunda fase, além da apresentação do projeto oficial, vem a constituição do Conselho Administrativo, que será o responsável pelas análises do projeto executivo do condomínio multissetorial, com o aval da Prefeitura.

Estive presente na Acil, na última segunda-feira (17), e testemunhei a apresentação dos arquitetos Mateus Szomorovsky da “Via Arquitetura” e Felipe Schneider da “Scheneider & Martins Arquitetura”.

Eles explicaram que além das indústrias, o empreendimento também conta com espaço para escritórios de advocacia, contadores, despachante, restaurante, salas para cursos, centro de eventos, posto de gasolina, hotel e toda uma estrutura e logística para suprir a demanda.

Quem irá formar o Conselho Administrativo

Um representante da Secretaria Planejamento; um representante da secretaria Municipal de desenvolvimento; um representante da procuradoria Geral do Município; um representante da ACIL; um representante do CDL; um representante das instituições de Ensino Superior Locais; um representante do instituto dos Arquitetos; um representante da Associação de Engenheiros e Arquitetos de Lages – AEA; um representante da FIESC. 

Informações: #BM3 Comunicação Criativa

Completo respaldo ao Business Park

A segunda-feira (17) foi um dia importante para os empreendedores do Grupo Koch, do Lages Business Park.

À tarde, na Prefeitura, eles detalharam todo o projeto excutivo, agora completamente pronto, ao prefeito Antonio Ceron, e sob o testemunho do vice, Juliano Polese e do secretário de Desenvolvimento Econômico, Mário Hoeller.

O empreendimento comercial e industrial que estará localizado às margens da BR-282, na localidade de Índios, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Já no início da noite, o de detalhamento do projeto executivo que está em análise nas secretarias municipais competentes da Prefeitura, foi feito aos empresários, junto à ACIL.

O prefeito Antonio Ceron reiterou que Administração tem o máximo de interesse no andamento deste projeto, e que não medirá esforços como facilitador neste importante processo que deverá trazer mais empregos, receitas e desenvolvimento para a nossa cidade. Aliás, apontou que poderá ser a redenção futura da cidade.

Os empresários têm absoluta consciência da responsabilidade, mas acreditam, a exemplo do Perini Business Park, de Joinville, tem tudo para se tornar um novo polo de desenvolvimento industrial e comercial da região.

Por ser um empreendimento gigante, será implantado em etapas. E depois de toda a burocracia do licenciamento estiver resolvida, a obra efetivamente deverá começar lá pelo segundo semestre de 2018.

Desafio

O grande desafio, embora haja muitas empresas interessadas em se instalar no espaço do projeto, será a parte comercial.

O que deu para sentir na reunião da ACIL, é que os empreendedores não estão sozinhos. Pelo contrário. Tiveram a certeza de que estão amparados pela classe industrial e comercial de Lages, e principalmente pelo Município.

E, se antes, empresas de grande porte não vieram para Lages, talvez era porque não havia uma lugar com a estrutura que terá o Lages Business Park. Mas, agora terão!

Criminalidade em Lages

A diretoria da Associação Empresarial (ACIL), se reúne todas as segundas-feiras, a partir das 18 horas, e sempre, nestas reuniões há um convidado apresentando projetos e até mesmo questionado.

Nesta semana, entre os convidados, a delegada regional, Luciana Rodermel. Na ocasião comentou que Lages vive a sensação de que a criminalidade aumento na cidade. Disse que os nossos índices de criminalidade ainda são muito razoáveis, devido ao alto índice de resolutividade.

Exemplificou o caso do número de homicídios que não coloca Lages como uma cidade tranquila, mas todos estão elucidados. “Em relação aos roubos, este ano tivemos 7, destes 6 já estão elucidados”, explicou.

Novo prédio da Delegacia

Sobre o novo prédio da Delegacia Regional, informou que está em fase de finalização, e que falta apenas a compra dos móveis,  e que, em até 90 dias deverá acontecer a inauguração.

A nova Delegacia Regional deverá concentrar os serviços administrativos como emissão de alvarás, expedição de documentos, carteiras de motorista e liberação de veículos apreendidos, entre outros.

(Informações e fotos: Assessoria de Imprensa ACIL)

Sobre transferência da Central de Regulação

A Associação Empresarial de Lages, preocupada com a mudança da Central de Regulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Lages para Chapecó, ouviu na reunião do dia 10/07, a coordenadora do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em Lages, Dra. Ellen Neto de Souza.

Atualmente, a Central de Regulação de Lages atende toda a região da Amures, inclusive, com a parceria do helicóptero Águia 4.

A constatação é de que a transferência da Central de Regulação para Chapecó, poderá dificultar o atendimento da equipe, pelo fato da falta de conhecimento sobre a região, e deliberar os atendimentos.

Ninguém em Lages entende a mudança. Os empresários vão reforçar o pedido para que isso não aconteça.

“Não podemos perder algo tão essencial para o bom funcionamento do SAMU. Não podemos retroceder e sim continuar evoluindo. Contem com nosso apoio”, declarou Sadi Montemezzo.

Lages terá cirurgias cardíacas a partir de agosto

Recentemente, a diretoria da ACIL, se reuniu com o Dr. Fernando Castanheira, diretor executivo do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres – HNSP.

O cirurgião vascular que está à frente do Hospital desde 2016, revelou aos empresários que em meados de agosto o HNSP passará a realizar cirurgias cardíacas e de acidente vascular cerebral – AVC.

Castanheira informou que o Hospital está sendo adequado para poder realizar estas cirurgias, que também serão realizadas pelo Sistema Único de Saúde – SUS. Os aparelhos necessários já foram adquiridos e irão aumentar os leitos da UTI de 17 para 30.

Segundo ele, se um paciente que sofrer um AVC for atendido em até 4h30min, ficará sem sequelas.

Atualmente os pacientes cardíacos da Serra Catarinense são encaminhados principalmente para Rio do Sul.

(Informações e fotos: Sheila Rosa)

Costinha deixa a presidência da SC Parcerias

Paulo César da Costa, o Costinha, foi um dos convidados para a reunião da diretoria da ACIL, realizada no início desta semana.

Na ocasião, ele contou que por questões pessoais, a partir desta sexta-feira (30) ele deixa a presidência do grupo para fazer parte do Conselho Administrativo. Ele esteve à frente da SC Par, por sete anos.

Quem deve assumir é Gabriel Vieira, que já faz parte da atual administração.

(Informações e foto: Puel Assessoria)

“Por uma cidade mais limpa”

Gosto demais em ver que as ações em prol do meio ambiente estão se multiplicando em Lages.

Exemplo disso, foi apresentado, na semana que passou, pelos representantes do Trade de Comunicação da ACIL, ao Secretario de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô. Trata-se do projeto de conscientização “Por uma cidade mais limpa”.

A ideia é informar a população sobre os horários de coleta de lixo para que os lojistas e moradores coloquem o lixo próximo a esse horário, evitando que as ruas da cidade fiquem  com lixos acumulados nas calçadas.

Além disso, os outdoors, panfletos e demais anúncios devem trazer slogans como “Não jogue o lixo na rua, mantenha o lixo em sacos plásticos”.

O objetivo é lembrar as pessoas da importância de descartar o lixo de forma correta e responsável e apresentar soluções praticas e simples que deixam a cidade mais limpa.

O Trade é formado por empresas de rádio, jornal, revista, televisão e agências de comunicação.

(Informações e fotos: Puel Assessoria)

Legislativo presta conta na ACIL

A presidente da Câmara de Vereadores de Lages, Aidamar Hoffer esteve na reunião da ACIL, nesta última segunda-feira (12). Na ocasião ela apresentou as metas de economia que vem sendo adotadas em sua gestão para redução de custos da Câmara bem como as intenções de melhorias na estrutura da casa.

Aida relatou que ao todo, 13 cargos foram extintos, sendo 10 administrativos e 3 vereadores, o que vai gerar uma economia em quatro anos de mais de dois milhões de reais. Já a previsão de economia da Câmara, para o quadriênio de 2017 até 2020, considerando folha, diárias e licitações para é de 3,4 milhões de reais.

O valor economizado em outros setores também,  será investido em reformas da estrutura da casa. Além disso, a intenção é reestruturar a TV Câmara, começando com a alteração do sinal analógico para o digital, instalação da TV aberta e licitação de equipamentos de áudio, vídeo e informática.

(Informações e fotos: Puel Assessoria)

Página 1 de 32