A noite de segunda-feira (13) na Câmara Municipal marcou a instauração da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar supostas irregularidades envolvendo a decoração do Natal Felicidade 2016 em Lages.

Segundo informações extraoficiais, um funcionário do município teria desviado objetos como lâmpadas de LED e estruturas metálicas sem o devido conhecimento da administração para futuras negociações particulares.

Em uma reunião a portas fechadas na Sala de Comissões da Câmara ficou decidida a composição do grupo, que terá como presidente o vereador Jair Júnior (PSD) e na relatoria Lucas Neves (PP).

Os outros três membros da comissão são os legisladores Bruno Hartmann (PSDB), Ivanildo Pereira (PR) e João Chagas (PSC).

120 dias

Contando com o auxílio dos servidores da Casa Legislativa, a CPI terá até 120 dias para apresentar o relatório final. A comissão segue um rito próprio, do qual pode requerer acesso a documentos e instaurar oitivas para ouvir os envolvidos, entre outros atos.