Mês: junho 2016 (Página 1 de 26)

Lages encerrou o mês do meio ambiente

Reconheço a importância de todas as atividades realizadas neste mês de junho, em Lages, em prol da consciência ambiental. A natureza precisa de olhar constante.

mês

Depois do extenso cronograma de atividades, nesta quinta-feira, 30 de junho, a programação fechou com uma grande ação no Calçadão da Praça João Costa.

mês1

Mais de 500 alunos da rede pública de ensino participaram. Cada atividade instigava os estudantes dos ensinos fundamental, médio e superior a aprender mais sobre conservação e consciência ecológica.

A programação se deu pela parceria entre prefeitura e órgãos e entidades como o Serviço Social do Comércio (Sesc).

mês2 s

A  técnica em educação complementar do Sesc, Silvia Oliveira, tem toda a razão quando põe em prática a ideia de sair da sala de aula e ir para a comunidade, e fazer com que as pessoas reflitam sobre suas possibilidades e fazer a diferença no meio ambiente.  

(Fotos: Marcio Avila)

Hora de apontar as prioridades

As audiências públicas do orçamento regionalizado, realizadas pela Assembleia, são estabelecidas pela Constituição Estadual que determina o cumprimento de um calendário específico com o intuito de aproximar a sociedade civil organizada dos poderes públicos constituídos.

Além disso, a partir do que foi listado no Plano Plurianual (PPA), em cada uma das audiências, serão definidas três ações ou obras que serão incluídas na Lei de Diretrizes Orçamentárias e na Lei Orçamentária Anual do próximo ano.

Em Lages, o evento será nesta sexta-feira , dia 1º de julho, às 16h30min, no salão Roma do Map Hotel (Centro).

Festival de Rock para ajudar Camille

camileA proposta é angariar fundos para tratamentos de saúde para a garotinha Camille Zanoello ,9, de Lages, que luta contra um tumor no cérebro.

O festival está sendo organizado por um grupo de amigos dos pais e toda a renda será destinada para que auxilie a família em custos futuros.

O evento contará com oito bandas e será realizado neste próximo sábado, 2, a partir das 18 horas na chácara do Tio Leli, no acesso norte, a 200 metros do Motel Le Park, lado direito.

Os ingressos custam dez reais (R$ 10,00) com vendas somente no local, não haverá venda antecipada.

.

Bandas que vão participar:

Doctor Holmes , Painel de Jipe, Red Mosquito, Hard Luck Woman, Calango Voodoo, Superloud, Buck Norris, Código 8, e banda 355.

.

Contatos dos organizadores:

8421-0369 Juliano, 9129-0306 Alessandro, 8411-0013 Guilherme.

Manutenção na Serra do Rio do Rastro

Na última semana um grupo de empresários do “trade” turístico da Região Serrana entregou ao deputado Ronaldo Benedet um relatório com solicitações urgentes para a Serra do Rio do Rastro.

benedet e a serraO presidente do Departamento Estadual de Infraestrutura, Wanderley Agostini encaminhará nos próximos dias técnicos do Deinfra para vistoriar quais serviços devem ser feitos.

O deputado conseguiu com o secretário Carlos Zecker autorização imediata para iluminação, roçada, limpeza, conservação de canaletas e estudo de engenharia para analisar risco de queda de barreira e deslizamentos.

Agora é esperar para que as providências sejam executadas o mais rápido possível.

Foto: Júlio Remor

Azul e o incremento turístico regional

Muito se falou sobre a importância do início das operações da Azul Linhas Aéreas, em Lages, para a prospecção de negócios, ou de viagens de empresários.

gelo urupema1

Mas, além disso, penso que deva ser trabalhado fortemente uma proposta de estímulo ao turismo, especialmente o do frio desta época, do turismo rural e de eventos. Aliás, quanta gente nova deverá aproveitar o transporte e conhecer a Festa do Pinhão, por exemplo.

Como vimos, a recente frente fria na Serra atraiu milhares de turistas que vieram apenas para sentir e ver os reflexos da friagem de Urupema, São Joaquim, Bom Jardim da Serra e Urubici, em especial.

É preciso considerar também o grande número de pessoas que veio de muito longe, inclusive, de avião, até Florianópolis. Agora, o avião chega a Lages, o que facilita tudo.

azul

Imagina-se, a partir da nova onda de frio, que muitas pessoas deverão se utilizar do voo regional vindo de São Paulo. Incluo ainda a presença de jornalistas nacionais em busca da informações e registros.

A grande pena é a precária estrutura existente na Serra. Assim, daqui para frente, e definitivamente, ações para o incremento do setor devem ser tomadas, e, de preferência, através da união dos municípios serranos, visando uma preparação melhor para receber e abrigar uma demanda turística que só deverá crescer.

A começar por Lages, com estrutura apropriada já no aeroporto para receber as pessoas que vêm em busca das terras frias de Urupema e região. Disso, não tenho dúvida!

(Fotos: Marília de Oliveira e Paulo Chagas)

Tratamento igual para os municípios

A União Brasileira de Municípios (Ubam)reage e envia documento ao presidente Michel Temer, expondo a situação de emergência que enfrentam os municípios de todo país e pedindo que o governo da União suspenda as dívidas dos municípios até 31 de dezembro de 2016, dispensando o mesmo tratamento que foi dado aos estados, evitando que se instale o caos social nas cidades, por falta de medicamentos, merenda escolar, combustível e incapacidade financeira para arcar com o pagamento em dia dos servidores públicos municipais.

 A situação financeira das prefeituras está se tornando tão insustentável que uma grande parcela dos prefeitos está disposta a renunciar o direito de concorrer à reeleição.

Muitas prefeituras não estão conseguindo honrar com fornecedores e ainda por cima, obrigadas a pagar parcelas de dívidas com a União.

A grande verdade é de que os municípios estão sendo obrigados a se endividarem ainda mais para manterem os serviços essenciais de atendimento da saúde, infraestrutura e custeio da máquina administrativa.

Estas lamentações são parte do conteúdo do documento elaborado pela Ubam, e enviado ao Governo Federal.

Revitalização do Colégio Industrial quase no fim

O Colégio Industrial de Lages, uma das maiores e mais tradicionais instituições públicas de ensino da região, recebe neste momento uma revitalização completa do Governo do Estado.

industrial

Os trabalhos consistem em pintura geral, troca do telhado e reforma de ambientes como auditório, salas de aula, bibliotecas, oficinas, corredores, pátio, banheiros e ginásio de esportes. Atualmente, as obras passam dos 70% e já dão uma nova cara ao imponente prédio azul localizado na Avenida Dom Pedro II, no Bairro Vila Nova. Os investimentos chegam a R$ 7,8 milhões.

industrial1

 Atualmente com 1,6 mil alunos entre ensino regular e técnico, o Colégio Industrial de Lages já formou mais de 50 mil alunos ao longo dos seus 52 anos de existência. E com a revitalização que recebe do Governo do Estado, a instituição começa a escrever um novo capítulo em sua história.

Na Região, entre reformas e ampliações de escolas e construção de ginásios de esportes, o Governo de Santa Catarina investe mais de R$ 27 milhões nas 45 escolas da rede estadual de ensino dos 12 municípios vinculados à Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Lages.

(Informações e fotos: Pablo Gomes)

Humberto Brighenti decide pela reeleição

O prefeito de São Joaquim Humberto Brighenti (PMDB) estava relutante em ser novamente candidato a prefeito. Mas, depois de inúmeras consultas, e com estímulo da executiva local e estadual, decidiu que será novamente candidato.

A decisão coloca Brighenti na condição de favorito às eleições, em razão do trabalho de moralização da máquina pública.

humberto

O prefeito teve muitas dificuldades para administrar nos primeiros dois anos. Encontrou uma prefeitura sucateada, inchada e negativada.

Sem poder receber recursos públicos por um lonbgo período, pouco pode fazer, a não ser trabalhar para resgatar a credibilidade, o que aconteceu há pouco tempo, resultando num novo momento para a cidade que se transformou num canteiro de obras, testemunhado pela comunidade que sentiu a diferença.

Por outro lado, teve a coragem de retomar a Festa da Maçã este ano. Todos sabem do sucesso que foi.

Assim, Humberto em pouco tempo reativou também a autoestima de São Joaquim. A decisão de ser novamente candidato é para dar prosseguimento ao trabalho que começou, e não simplesmente entregar a outro um município bem mais organizado e com as contas em dia.

Observatório Social de São Joaquim volta à ativa

Enquanto o Observatório Social de Lages parece não ter mais função, o de São Joaquim acaba de ser reativado. Na noite desta quarta-feira (29), após assembleia geral extraordinária foi definida a volta dos trabalhos e a eleição de uma nova diretoria composta por membros da sociedade.

O observatório é  um espaço para o exercício da cidadania, que deve ser democrático e apartidário, reunindo  o maior número possível de entidades representativas da sociedade civil com o objetivo de contribuir para a melhoria da gestão pública.

ossj

Quem continuou à frente da presidência do OSSJ, foi Velter Debetio, que foi reeleito após a assembleia extraordinária, além dos demais membros que incluem três vice-presidentes.

Página 1 de 26