Mês: Janeiro 2016 (Página 1 de 19)

O que penso do caminho do PMDB, em Lages

Elizeu BrasíliaO Partido do Movimento Democrático Brasileiro (PMDB), de Lages, vive uma situação complexa, inesperada.

Pois, apostava numa administração tranquila e que levasse, sem problemas, a uma nova campanha que pudesse reconduzir o prefeito Elizeu Mattos (foto), à reeleição.

Não contava, obviamente com o transtorno ocasionado pela “Operação Águas Limpas”, e muito menos com a prisão do seu líder maior, além do afastamento dele da administração, por tanto tempo (10 meses).

Ao retornar ao cargo, Elizeu voltou a imprimir um novo ritmo na Prefeitura, e não mede esforços para recuperar o tempo perdido, e claro, tentar provar sua inocência.

Assim sendo, apesar de todos os pesares, Elizeu Mattos é, sem dúvida, o principal nome do PMDB para a eleição de 2016. Ele nega, e tem obviamente suas temeridades, justamente pelo que lhe aconteceu.

Seja como for, não visualizo nenhum outro nome do Partido com respaldo suficiente para ser lançado a uma candidatura a prefeito.

Ao concluir, Elizeu sabe que dentro do seu próprio meio, tem aqueles que lhe apoiam integralmente, mas também há os que o condenam e não lhe dispensam mais a mesma lealdade. São correntes distintas dentro da sigla, que literalmente estão ainda sem rumo.

Os desafios do último ano do Legislativo

Com o fim do recesso, o Legislativo lageano retoma os trabalhos nesta segunda-feira (1), com a missão de tentar reverter a imagem não tão positiva deixada nestes três primeiros anos atividades. A Casa, com nova Mesa Diretora terá essa missão.

Câmara de Vereadores de Lages Sessão

Muita coisa precisa ser avaliada e reavaliada. Pois, a insatisfação tem sido geral. Numa rápida enquete feita aqui no Blog, por exemplo, a maioria dos eleitores gostaria de ver no próximo pleito, os 100% de renovação.

Por outro lado, seguem merecendo especial atenção os problemas vividos pelos vereadores Marcius Machado e Adilson Appolinário.

Marcius poderá deixar a função devido ao conhecido fato da troca de partido, e que a lei não permite. A punição é a perda do cargo. A questão deverá voltar à evidência neste ano.

Alvo de denúncia do Ministério Público, Appolinário deverá ainda se defender da acusação de improbidade administrativa, sob a suspeita de ter recebido ilicitamente parte do salário de um funcionário, juntamente com o diretor administrativo Clodoveu Ribeiro.

Por fim, esperar que neste restinho de tempo em que estão na atividade parlamentar, haja em parte o restabelecimento da essência da função de fiscalizar, um dos principais quesitos do cargo de vereador. Além do bom senso entre situação e oposição.

É isso. De resto, desejo o melhor a cada um dos edis no que resta do desse período legislativo.

Inter não segura a Chapecoense

Num primeiro tempo de 2 a 0 sobre o Internacional de Lages, o jogo parecia favorecer ainda mais o time da casa e abria a possibilidade de ampliar ainda mais.

chape vence1

No segundo tempo, com a Chape jogando melhor e pressionando, veio o gol do Inter, de pênalti. A partir de então o jogo se equilibrou e o Colorado cresceu.

Mas, o tempo acabou e o resultado foi de 2 a 1 para a Chapecoense que estreou com vitória no Campeonato.

O Inter mostrou determinação e provou que não será um time assim tão fácil a ser batido.

chape vence

Basta corrigir os erros de marcação e pode melhorar muito. Por fim, fez um bom jogo em Chapecó.

Na próxima quarta-feira, 3, o Inter de Lages recebe no Tio Vida, às 20h30min, o Guarani de Palhoça, enquanto que a Chapecoense joga em Camboriú, às 19h30min.

Fotos: Gilberto Pace Thomaz

Consórcio de Saúde volta a atender

As atividades do Consórcio de Saúde voltam à normalidade nesta próxima segunda-feira (01), em Lages, depois de concluídas as novas instalações.

benção1

Nesta sexta-feira (29), o presidente do Consórcio, o prefeito de Campo Belo do Sul, Edilson Souza, deu a benção do novo local, com o acompanhamento de toda a equipe técnica. Bacana começar assim, com um ato religioso.

A sede está agora na Rua Nossa Senhora dos Prazeres. Porém, nem tudo está totalmente pronto, mas aos poucos as coisas vão se acertando.

benção

A partir desta remodelação, o Consórcio de Saúde passa a contar com uma estrutura dividida em três pisos. Com área administrativa, 13 consultórios médicos, recepção e salas para exames, além de uma área reservada aberta para acomodar os pacientes.

(Informações e fotos: Oneres Lopes)

Chapecoense X Inter: chegou a hora

O Internacional de Lages começa a sua caminhada no Catarinense de 2016 jogando novamente fora e com a Chapecoense, em Chapecó, neste sábado, 30.

Chapecoense e Inter

Lance com o lateral Apodi, no jogo do ano passado

O jogo será às 17 horas, na Arena Condá. Há muita expectativa envolvendo esta partida, pois, ainda dói na lembrança do torcedor do Leão Baio, o resultado de 5 a 0, levado no jogo de abertura do Campeonato, em 2015.

Obviamente, não há como saber qual será o comportamento das duas equipes nesse novo confronto.

.

Camisetas

Por outro lado, esta semana o Colorado apresentou o novo modelo das camisetas para esta temporada.

camisa

A novidade é de que neste ano, o clube usará uniformes da Nakal, que produzirá as peças de jogo, treino, viagem e passeio da equipe.

camisa1

O novo material já estará na estreia neste sábado, contra a Chapecoense.

O elenco já embarcou para Chapecó nesta sexta-feira (29) com seus novos trajes de viagem.

Pesquisa aponta favoritismo ao impeachment

Acompanho com atenção e curiosidade o trabalho desenvolvido pela Paraná Pesquisas, através de parceria com o Blog. Tais pesquisas sempre apresentam curiosidades de enorme interesse. Assim como essa!

O Pois, em 24 Estados e 160 municípios brasileiros entre os dias 22 a 26 de janeiro de 2016, a pesquisa ouviu a opinião em Estados da Região Sudeste, Nordeste, Norte, Centro-Oeste e Sul. O principal questionamento foi:

O Sr(a) é favorável ao Impeachment, ou seja, ao afastamento da Presidente Dilma Rousseff?

Não é favorável 38,2%
Sim, é favorável 59,4%
Não sabe 2,4%

A pesquisa também quis saber entre os que são favoráveis ao Impeachment, ou seja, ao afastamento da Presidente Dilma Rousseff:

O Sr(a) pretende participar das manifestações previstas para o dia 15 de março a favor do Impeachment, ou seja, a favor do afastamento da Presidente Dilma Rousseff?

Não 49,0%
Sim 35,5%
Talvez 12,6%
Não sabe 2,9%

Por fim, ainda entre os que pretendem, ou pretendem talvez participar das manifestações prevista para o dia 15 de março a favor do Impeachment da Presidente Dilma Rousseff:

Qual o principal motivo para o Sr(a) ter vontade de participar das manifestações contra a Presidente Dilma?

Não sabe 7,3%
Corrupção 38,9%
Inflação/ situação econômica 19,4%
Aumento das tarifas (ônibus, energia, gasolina, etc) 16,6%
As mentiras do Governo Federal 11,7%
Crime das pedaladas fiscais 4,3%
Outras citações 1,7%

Contas atrasadas, negativados e marginalizados

Segundo estatísticas, são quase 60 milhões de brasileiros que estão negativados, e impossibilitados de fazer novos investimentos.

negativados

Aliás, o sistema marginaliza estas pessoas, a tal ponto de jugar igualmente a todas, como maus pagadores e por isso, o distanciamento delas ao crédito. Às deixam numa espécie de limbo, e entregues à própria sorte.

A saída da situação do desconforto do crédito negativado, só depende do esforço unicamente do indivíduo, custe o que custar. Ao resgatar a credibilidade, volta a pertencer ao mundo dos bons pagadores.

Uma cultura que poderia ser mudada, se os governos e as entidades do setor do comércio tivessem alguns programas, em que, analisados cada caso, poderiam devolver o crédito a essas pessoas, e incorporá-las novamente ao meio de consumo.

Dá para imaginar quantos desses foram empurrados a se endividar, graças às atrações ao consumo estimuladas pelo comércio, bancos e até mesmo pelo Governo através de insentivos diretos?

Mas não tem jeito. Marginalizados e sem crédito, tais consumidores não têm a chance de voltar ao convívio social no comércio, não sem antes darem um jeito de quitarem suas pendências, e, diga-se de passagem, sem ajuda de nenhum sistema.

Talvez fosse hora de olhar para esses “marginais” e propor uma forma de ajuda-los. Uma fatia tão grande assim de consumidores ao sair do negativo, poderia auxiliar e muito na economia.

Coloco esta questão por curiosidade. E quem sabe possam pensar mais nesses esquecidos que vivem na zona negativa do crédito dos consumidores, e pensar em alguma forma de ver neles a chance de ajuadrem na recuperação da crise.

Em suma. Se está com o crédito negativado, que se dane! Ajuda só de você mesmo!

Página 1 de 19