Mês: agosto 2014 (Página 1 de 33)

SC 390: empresa deverá ser notificada

O secretário regional de Lages, João Alberto Duarte não gostou muito da indicação para apadrinhar as obras de revitalização da SC 390, que liga a BR 116 a Campo Belo do Sul, devido à lentidão da execução delas.

JA forçaÉ ou não é João Alberto?

No entanto, provocou nele uma reação. Disse que vai fazer nesta semana, uma visita à empreiteira responsável pela obra, e fará uma notificação de advertência, devido ao pouco empenho na celeridade do empreendimento.

Presidente do Tribunal de Justiça no Governo do Estado

Cargo governoO presidente do Tribunal de Justiça de Santa Catarina, desembargador Nelson Juliano Schaefer Martins, assume nesta segunda-feira, dia 1º, como governador em exercício.

A cerimônia de transmissão do cargo será realizada às 9h, em ato no Centro Administrativo do Estado, em Florianópolis.

O governador Raimundo Colombo e o vice Eduardo Pinho Moreira pediram licença do Poder Executivo até o dia 5 de outubro, período de campanha eleitoral.

A licença solicitada à Assembleia Legislativa de Santa Catarina, conforme prevê a Constituição do Estado, não vai gerar ônus para os cofres públicos, porque Colombo e o vice Eduardo não terão remuneração nestes dias.

Andanças dos candidatos serranos no fim de semana

Carmen Zanotto ter percorrido os municípios da região.

Cerro Negro CarmenNeste sábado à noite esteve em Cerro Negro, conferindo de perto a final da Copa Amures, com todos os prefeitos, inclusive, o presidente da Amures, Idelvânio.

Sérgio GodinhoSérgio Godinho (PR). Não sei onde estava. Mas, estava, em campanha.

Renatinho campanhaRenatinho (PP), também percorrendo os bairros em Lages. Segue firme na busca do apoio.

nilton sta helenaNilton Freitas (PTB), aproveitou o sábado à tarde de sol e promoveu caminhada pelo Santa Helena.

Caminhada Popular 4Já Gabriel Ribeiro, além da mateada no Calçadão e a visita na Força-Tarefa, também enfrentou a tarde de sábado, e  caminhou pelas ruas dos bairros Popular, Várezea e Habitação. Em parte do trajeto teve o acompanhamento do secretário Paulo César da Costa (Costinha) e do defensor público, Ivan Ranzolin.

Caminhada na terra de Luiz Henrique

O senador Luiz Henrique da Silveira liderou a grande caminhada da coligação Santa Catarina em Primeiro Lugar, na manhã deste sábado, 30, em Joinville. Segundo as informações, mais de mil pessoas participaram do evento pelas ruas da maior cidade catarinense.

caminhadaO evento também teve o comando do vice-governador Eduardo Pinho Moreira, do candidato ao Senado, Dário Berger, e ainda do senador Casildo Maldaner.

Raimundo, ainda em recuperação de uma herpes-zóster, não pode participar do evento.

caminhada1Os candidatos a deputado estadual e federal, militantes e simpatizantes participaram empunhando bandeiras e cantando jingles de campanhas.

Joinville foi uma das cidades bastante contempladas com recursos do Governo. Mais de R$1,1 bilhão.

Mais de cinco mil pessoas na Força-Tarefa

Terminou com saldo positivo mais uma edição da Força-Tarefa, em Lages, desta vez na Cidade Alta, no bairro Santa Mônica, durante todo o dia deste sábado (30).

Saúde com foco na orientaçãoForam oito horas de atividades com benefício direto à população de sete bairros, e com diversos serviços essenciais, descentralizando as secretarias municipais.

A estimativa é de que mais de cinco mil pessoas tenham circulado pelo local do evento.

Balcão Cidadão deve providenciar mais de cinco mil documentos na Cidade Alta (3)O Balcão Cidadão sempre foi um dos estandes mais procurados durante as ações, com cerca de cinco mil atendimentos, para a confecção de documentes pessoais, carteiras de trabalho e cartão SUS, com fotografias fornecidas gratuitamente.

Inter de Lages vence e lidera

A apertada vitória de 1 a 0 sobre o Hercílio Luz, no início da noite deste sábado, em Tubarão, deixou a equipe de Lages na liderança do Catarinense da Série B, com 17 pontos.

Hercílio Luz x Inter 1A liderança foi alcançada graças ao tropeço do Concórdia que empatou com o Blumenau, em Blumenau em 2 a 2, ficando com 16 pontos, na vice-liderança.

Agora, o Inter, na quarta-feira (3), joga em casa com a Caçadorense e depende apenas da próprias forças para ficar com o título do turno.

.

Brasileirão

A Chapecoense bem que tentou segurar o Cruzeiro, no Mineirão. Até fez um bom primeiro tempo quando abriu o placar, surpreendendo o líder.

Chape e CruJá no segundo tempo a pressão cruzeirense foi fulminante, empatou e virou o jogo em menos de 2 minutos.

RangelO time catarinense chegou a diminuir, com um gol de Bruno Rangel, que marcou o primeiro dele no Campeonato. Mas, o Cruzeiro, em seguida marcou o quarto. Final: Cruzeiro 4 X 2 Chapecoense.

Em tempo: o Inter de Porto Alegre venceu o Palmeiras por 1 a 0, jogando fora.

Vacina contra o HPV a partir de segunda

O Ministério da Saúde lembra que, a partir de segunda-feira (1/9), as meninas de 11 a 13 anos poderãovacina tomar a segunda dose da vacina, contra HPV, que protege contra o câncer de colo de útero.

A segunda dose garante a imunização completa. E ainda dentro de cinco anos, fazer uma terceira aplicação.

A meta é proteger todas as mulheres entre 9 e 15 anos, contra a doença, até 2016.

Para se vacinar basta que você procure uma unidade de saúde mais próxima.

Instabilidade na economia brasileira

economiaO Diário Catarinense deste sábado (30) publicou uma completa reportagem falando da economia brasileira, justamente neste momento em que o país vive a véspera das eleições.

Através de apontamentos do IBGE, a revelação é de que a economia brasileira está frágil, e em queda.

As famílias, por exemplo, estão investindo menos. O assunto repercute entre os presidenciáveis.

Dilma Rousseff justifica o recuo da economia dizendo que é por causa dos excessos de feriados e devido à Copa do Mundo. Os economistas discordam. O País, segundo eles, estaria vivendo entra a estagnação e a recessão.

Em Santa Catarina

Embora não sejam tão positivos, os prognósticos, Santa Catarina, apresenta um melhor resultado em comparação com o País, impulsionado, pelo setor agropecuário.

A indústria sentiu a retração, mas bem menos que a média nacional. Já o setor de comércio e serviços, cresceu, mas apenas 3%. A média anual era de 8%.

Assim, a economia catarinense vai se segurando, neste período de turbulência.

Página 1 de 33