Categoria: Meio Ambiente (Página 1 de 16)

Bonito trabalho dos veterinários do CAV

Um bugio-ruivo e um tamanduá-mirim estão entre os 60 exemplares tratados anualmente pelo Grupo de Estudos de Animais Silvestres (Geas), localizado no hospital veterinário da Udesc, em Lages.

Os atendimentos são feitos há 15 anos numa parceria com a Polícia Militar Ambiental, que acolhe, encaminha a um novo lar ou devolve os bichos à natureza após a reabilitação.

Encontrado numa área de reflorestamento da Serra Catarinense no começo de 2017, o bugio esbanja saúde após ter um tumor benigno curado. Ele está desverminado, é dócil, brincalhão e adora comer frutas.

Já o tamanduá foi localizado há dois meses ao lado do corpo de mãe às margens da BR-282, em Alfredo Wagner, e levado até a Polícia Militar da cidade. Ele chegou ao Geas desidratado, ferido e agressivo.

Até um ano de idade a espécie depende da figura materna e não tem condições físicas de buscar comida, mas na Udesc o bicho já se arrisca a ir atrás do próprio alimento no cupinzeiro.

Professor Aury  trata animais silvestres animais há muitos anos

Na próxima semana, o bugio e o tamanduá serão levados ao Parque Zoobotânico de Brusque.

A Polícia Ambiental de Lages é a responsável pelo recebimento e encaminhamento destes animais, levados voluntariamente ao quartel por pessoas que os possuem, por policiais rodoviários ou até mesmo motoristas que os encontram nas estradas.

Tratamento completo no Hospital

No setor de animais silvestres do hospital veterinário da Udesc em Lages, 40 alunos se revezam nos cuidados com medicação, alimentação e limpeza do ambiente.

André Schlemper, da nona fase de Veterinária, é um dos que mais frequenta o lugar.

Texto e foto: Catarinas Comunicação

Epagri irá gerir a Estação de Piscicultura

Finalmente chegou o dia em que a Base de Avançada de Pesquisa (BAP), de Painel, ou Estação de Piscicultura terá a destinação há muito tempo pensada, depois que o Ibama a desativou.

Foi um longo período de conversação entre o Governo do Estado e o pessoal  do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis chegassem a um entendimento.

Nesta sexta-feira (1/09), em solenidade lá na Estação, os representantes do Ibama vão oficializar a entrega ao Governo, inclusive, Raimundo Colombo é quem vai receber a área que será entregue ao controle da Epagri.

No local, investimentos para a adequação serão necessários. E tão logo comece a funcionar, passará a ser nova referência em Santa Catarina, na produção de alevinos de peixes nativos, e principalmente a truta, que hoje tem sustentação a partir da indústria de processamento Belo Peixes.

Aliás, a luta para a conquista do espaço teve início através da entidade que representa os criadores de truta em Santa Catarina, a Acatruta.

Uma grande conquista, sem dúvida.  A solenidade está marcada para às 10h30min, da sexta-feira, com as presenças também dos prefeitos de Lages e de Painel, entre outras autoridades.

(Foto: Paulo Chagas)

Lixo do Centro será recolhido só à noite

Os moradores do Centro de Lages terão que observar o novo horário de recolhimento do Lixo, pois, a partir de agora o trabalho será feito somente à noite, após às 18 horas.

O objetivo é não causar transtornos no trânsito em horário comercial. Portanto, a orientação é para que moradores e comerciantes não coloquem o lixo na rua antes da noitinha.

A nova ideia partiu da parceria com o Trade de Comunicação da Associação Comercial e Industrial de Lages, a prefeitura, em razão da campanha “Cidade Limpa”.

O lixo reciclável, pode ser igualmente ser depositado para a coleta somente após às 18 horas.

Fotos: Marcelo Pakinha

Recolhimento de resíduos eletrônicos em Lages

A Eco Centro Sul na Parceria com o projeto Recicla CDL, após realizar duas ações no mês de julho – Bairro da Penha e Praça Joca Neves- e outras duas, já no mês de agosto – na Praça do Terminal Urbano e na cidade de Painel – divulga o calendário de ações de coleta de resíduos eletrônicos para  o restante do    mês de agosto:

12/08 – Das 09 às 16h –  Associação de Moradores do Bairro Araucária; 

18/08 – Das 09 às 16h –  Associação de Moradores do Bairro Santa Helena;

26/08 – Das 09 às 16h –  Associação de Moradores do Bairro Tributo.

Vale lembrar a que o projeto também mantém os seus pontos de coleta permanentes na CDL Lages e na própria empresa Eco Centro Sul, localizada na Rua Humberto de Campos, 126, Bairro Sagrado Coração de Jesus.

Ainda, basta contatar a empresa e ela agenda a retirada dos equipamentos no endereço do solicitante, no telefone 3224.1218.

(Foto: Divulgação)

Máquinas começam a limpar o Carahá

A obra que começou logo cedo, nesta segunda-feira (31) com a supervisão do prefeito Antonio Ceron, deverá durar cerca de 30 dias.

Depois de tudo pronto, a certeza de que o Carahá, em toda a extensão terá mais fluidez com o escoamento da água em dias de chuva forte. 

A expectativa é de que sejam retiradas cerca de 200 toneladas de resíduos, entre lixo, gramíneas, areia e terra.

Segundo disse o prefeito, é uma obra simples, mas muito importante. Há pelo menos 17 anos não fora feito nenhum trabalho nesse sentido. “Uma questão de capricho”, ressaltou.

(Fotos: Toninho Vieira)

Cerejeira rosa encanta e deixa Lages mais bonita

A florada da cerejeira ornamental é muito apreciada em todos os lugares onde esta espécie é cultivada.

Em Lages, plantada já há mais de uma década, a cerejeira rosa pode ser vista ao longo de toda a rua Frei Gabriel – na extensão entre os pontos de confluência com a rua Lauro Müller e a avenida Dom Pedro II – e também na rua Nereu Ramos e no Parque Jonas Ramos (Tanque).

A beleza da planta em cor vibrante inspira fotógrafos profissionais e amadores que se aventuram em registrá-la em meio ao corre-corre do cotidiano.

A cerejeira, que floresce no final do inverno e início da primavera, é originária do Japão, sendo a árvore símbolo deste país.

Fotos: Ary Barbosa de Jesus Filho

Rio Carahá será desassoreado

O prefeito Antonio Ceron assinou convênio com a Agência de Desenvolvimento Regional de Lages (ADR), representada por João Aberto Duarte, para a liberação de recursos no valor R$ 112.500,00 do Governo do Estado, com a contrapartida da municipalidade no valor de R$ 37.500,00.

O dinheiro será usado para o desassoreamento de toda a extensão do rio Carahá, no perímetro urbano, que compreende do bairro Triângulo até o Caça e Tiro.

(Foto: Divulgação)

1,5 t de lixo eletrônico

Tudo isso foi recolhido a partir de iniciativa comunitária, com a prefeitura de Lages junto no apoio. A coleta foi neste final de semana.

A iniciativa deverá se estender para outros bairros, através das respectivas associações de moradores.

A participação da prefeitura, neste trabalho, é com pessoal e veículos para a coleta dos materiais descartados pela população.

Todo o material será entregue na Eco Centro Sul, empresa especializada neste tipo de serviço e que dá o destino correto ao material que recebe.

Fotos: Divulgação

Página 1 de 16