Categoria: Saúde (Página 1 de 16)

Secretária da Saúde no “Tema Livre”

Convido você a conferir o “Tema Livre”, nesta sexta-feira (17), inédito, na Nova Era TV, a partir das 21h30min.

A conversa é com a secretaria municipal de Saúde, Odila Waldrich. Uma boa oportunidade para você entender um pouco mais sobre como está sendo trabalhado este complexo setor na cidade.

Os pontos são muitos. Porém, a burocratização e as determinações da Lei, nem sempre andam juntos, e nem veem as necessidades emergenciais da população. E, por hora, não há como fugir dos regramentos, por mais que o esforço seja gigante dos agentes da saúde. Vale a pena você conferir.

Você ainda pode conferir em outros horários: no sábado, às 14h30min, no domingo, às 11h, na segunda-feira às 08h30min, na terça-feira às 19h30min, e na quinta-feira, às 07h30min.

Você pode conferir pela listagem de assinantes da Unific, ou pela internet: www.novaeratv.net

Campanha da gripe A é prorrogada

O motivo é simples. É que a cobertura da vacinação está abaixo do esperado. Em Santa Catarina está em 72,16%. A meta é alcançar 90%. Vale lembrar que o Estado tem 11 mortes e 88 casos graves de gripe A somente neste ano.

Portanto, foi dado mais tempo para que pessoas que fazem parte de grupos prioritários. A campanha estava prevista para encerrar nesta sexta-feira (26). O novo prazo encerra dia 9 de junho.

No Estado, quase 380 mil pessoas ainda não foram imunizadas, considerando os grupos de risco.

Campanha de Vacinação encerra sexta-feira

A 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza encerra na sexta-feira (26), e quase 380 mil pessoas ainda não foram imunizadas no estado.

Elas pertencem aos grupos prioritários que incluem idosos, crianças de seis meses e menores de cinco anos, gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, professores, indígenas. A cobertura vacinal, até o momento, é de 72,16%.

A gripe em SC

O número de casos de gripe pelo vírus Influenza em Santa Catarina vem aumentando nas últimas semanas. De janeiro a maio, foram notificados 491 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave em Santa Catarina, de acordo com o Informe Epidemiológico n008/2017- Vigilância da Influenza, divulgado na última pela Dive.

(Foto: Divulgação)

Muita gente ainda não se vacinou em Lages

Em contagem regressiva, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe) terá seu término daqui exatos dez dias (26 de maio), sexta-feira da próxima semana.A Vigilância Epidemiológica, setor ligado diretamente à Secretaria Municipal de Saúde, alerta que ainda falta imunizar 15.649 pessoas.

Até o meio da tarde desta terça (16), foram vacinadas 19.351 pessoas pertencentes aos grupos prioritários, de um total de 35 mil como meta no município de Lages. Portanto, a cobertura em Lages por enquanto é de 64,97%.Os idosos a partir dos 60 anos se mostraram bastante preocupados com a própria saúde e configura em um dos segmentos de melhor resposta, com 80% de aplicação da meta, que são 17.992 pessoas a serem vacinadas no total.

Fotos: Carlos Alberto Becker

Dia ”D” de vacinação contra a gripe

Os postos de vacinação de todo o país estão abertos neste sábado (13) para o Dia “D” de mobilização contra a gripe.Até o dia 26 de maio deverão ser vacinadas, em todo o Brasil, 54,2 milhões de pessoas que integram o público-alvo.

O dia de mobilização é uma parceria do Ministério da Saúde com as secretarias estaduais e municipais de saúde e tem como objetivo reforçar a importância da vacinação, deste grupo prioritário, pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Conselho Municipal de Saúde toma posse

Na manhã desta quarta-feira (10), no auditório da Secretaria Municipal de Saúde, o prefeito Antonio Ceron assinou o decreto 16.819 de 10 de março de 2017, nomeando os membros titulares e suplentes do Conselho Municipal de Saúde, de Lages, para o biênio 2017/2019.A composição une representantes de inúmeras entidades constituídas, tanto da própria saúde quanto de movimentos sociais populares organizados de diversos segmentos. Somente do Governo Municipal, são três os representantes.Na mesma ocasião, tão logo ocorreu a homologação dos conselheiros, foi realizada a eleição da diretoria do Conselho Municipal de Saúde, e que ficou assim composta:

Presidente: Antônio Carlos Costa

Vice Presidente: Adriana Jaqueline Anacleto

Tesoureiro: Luiz Reinaldo Fraga

Secretário: Célio Rogério Ramos Filho

Fotos: Greik Pacheco

Setor de oncologia do HTR não fechou

O secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, esteve no fim da noite desta terça-feira, dia 9 de maio, no Hospital Tereza Ramos, em Lages, e esclareceu algumas questões envolvendo, principalmente, o setor de oncologia. Segundo disse, não fechou e nem vai fechar.A explicação é de que faz cinco anos que a Ala Portinari passou para a maternidade. E, mesmo assim, nenhum atendimento foi comprometido e ninguém foi prejudicado.

A desativação temporária ocorre porque, de um total de 800 funcionários do HTR, neste momento 166 estão fora do trabalho, sendo que 100 deles, ou seja, mais de 60%, encontram-se em atestado médico pelos mais diversos motivos. Os demais estão em férias ou licença-prêmio.

Porém, o Governo do Estado já autorizou e fará nas próximas semanas um processo seletivo para a contratação de mais 30 técnicos de enfermagem, o que possibilitará a reabertura da ala.

(Informações e foto: Pablo Gomes)

Deputados derrubam veto

Os parlamentares da Assembleia Legislativa derrubaram o veto do governador Raimundo Colombo ao Projeto de Lei de autoria do deputado Fernando Coruja (PMDB), que institui a Tabela Complementar do SUS Nacional, para o fim de obtenção de prestação de serviços privados de pessoas físicas ou jurídicas na área da saúde.

De acordo com a nova Lei os gestores estaduais poderão elaborar tabelas próprias, para pagamento de serviços contratados com terceiros, para a complementação da tabela estabelecida pelo SUS Nacional.

A tabela complementar será editada pelo órgão estadual competente do Sistema Único de Saúde, sempre ouvido previamente o Conselho Estadual de Saúde.

 De acordo com o PL, fica instituída a Tabela Complementar do Sistema Único de Saúde Nacional (SUS), no âmbito do Estado de Santa Catarina, que servirá de parâmetro na obtenção da prestação de serviços de saúde originados de entes privados de pessoas físicas ou jurídicas.

Cardiologia de graça em Lages

Os pacientes cardiológicos de Lages estão com os tratamentos gratuitos assegurados sem sair de casa.Por decisão do governador Raimundo Colombo, anunciada durante o feriado em reunião com o secretário da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Lages, João Alberto Duarte, o Estado continuará pagando os serviços de angioplastia e cateterismo realizados por uma clínica particular da cidade dentro do Hospital Nossa Senhora dos Prazeres.

Mesmo não sendo obrigado por lei, já que o Ministério da Saúde repassa os recursos para os pacientes de Lages serem atendidos no Hospital Regional de Rio do Sul, instituição credenciada como referência para a região serrana, o governador decidiu manter o benefício aos lageanos e ampliará o investimento que já dura cinco anos.

Serviços de alta complexidade

Paralelamente, Colombo estuda a possibilidade de trazer os serviços de alta complexidade em cardiologia para Lages, o que seria um marco histórico na saúde pública da Serra Catarinense.

Enquanto isso, como de costume, permanecem em Rio do Sul os procedimentos de marca-passo, cirurgias e emergência (quando o hemodinamicista da clínica não estiver em Lages, uma vez que o atendimento não funciona 24 horas).

Transporte

Por lei, o transporte é oferecido pelas prefeituras e a alimentação é por conta dos próprios pacientes. Ao Governo de Santa Catarina cabe a obrigação de bancar as despesas de viagem apenas em casos em que o tratamento é realizado em outros Estados.

(Informações e foto: Pablo Gomes)

Página 1 de 16